ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Dois são presos após polícia desarticular esquema de tráfico de drogas

Ao todo, 67 quilos de drogas foram apreendidos durante ação policial na Capital

Por Alana Portela | 29/03/2021 08:53
Vários tabeles de maconha, balança, rolo de papél filme e porções de cocaína foram apreendidos. (Foto: Divulgação)
Vários tabeles de maconha, balança, rolo de papél filme e porções de cocaína foram apreendidos. (Foto: Divulgação)

Dois homens, de 30 e 41 anos, foram presos em flagrantes após polícia desarticular esquema de tráfico de drogas, em Campo Grande. A prisão aconteceu na tarde de ontem (28), no bairro Monte Castelo.

Uma viatura da polícia estava realizando ronda pelo bairro quando abordaram um veículo Fiat Fiorino de cor branca, que estava sendo conduzido pelo suspeito de 41 anos.

No banco do passageiro estava o homem de 30 anos, conhecido como "Tio Chico do PCC". Ele já tinha sido denunciado várias vezes por comandar o tráfico de drogas na Favela do Mandela.

Durante a revista pessoal, os policiais encontraram R$ 1.264,00 e um celular com a tela trincada com o motorista do carro. Já com o tio Chico foi encontrado R$ 170,00, além do celular. O veículo também foi revistado e no bagageiro foi achado 16 tabletes de maconha que estavam escondidos dentro de uma caixa e uma bolsa. As drogas pesaram 16,200 quilos.

Ao serem questionados, o motorista do carro disse que os tabletes estavam armazenados na sua residência, porém pertenciam ao tio Chico, que ligou para ele comentando sobre revender as drogas por na região do bairro Monte Castelo.

Vários tabletes de maconha estavam escondidos em uma caixa de papelão. (Foto:; Divulgação)
Vários tabletes de maconha estavam escondidos em uma caixa de papelão. (Foto:; Divulgação)

Após a revenda, o motorista ficaria com R$ 1.500,00. Conforme o boletim de ocorrência, a movimentação da foi articulada por tio Chico, que ainda pagava um aluguel mensal para o motorista continuar armazenando as drogas.

Ontem após a ligação, Tio Chico combinou de pagar um adicional para o cúmplice dirigir até o bairro, onde entregariam as drogas.

Após a abordagem, os policiais foram até a casa da ex-mulher do motorista de tio Chico, onde encontraram um cômodo que estava separado do imóvel trancado.

Aos policiais, o suspeito informou que a ex-esposa não tinha acesso ao local. Em seguida, abriu a porta do cômodo, onde os policiais encontraram três caixas de papelão com mais 47 tabletes de maconha, que pesaram 51,200 kg.

No quarto também foi achado três rolos de fita adesiva, uma balança para pesar grandes volumes, além de sacos plásticos transparentes usados para embalar as drogas.

Após isso, os policiais foram até o bairro Tijuca, na casa de tio Chico, onde foi encontrado um tablete de maconha de 115 gramas, duas porções de cocaína pura, três tabletes de pasta base de cocaína que pesaram 755 gramas.

Na residência também tinha uma balança de precisão, uma balança para grandes volumes, um rolo de fita adesiva, outro rolo de plástico filme. Aos policiais tio Chico revelou pegou as drogas com outros traficantes, sem dar mais detalhes quem seriam eles.

A dupla recebeu voz de prisão, foi algemada e levada para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro. Já as drogas e utensílios foram apreendidos e entregues na Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico).

Porções de cocaína também foram achados. (Foto: Divulgação)
Porções de cocaína também foram achados. (Foto: Divulgação)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário