A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/05/2011 14:21

Dois são presos com revólver carregado nas proximidades da Máxima

Nadyenka Castro, Aline dos Santos e Ítalo Milhomem

Polícia vai investigar relação com a tentativa de fuga

Tempra onde estavam José Serafim e Salomão. (Foto: João Garrigó)Tempra onde estavam José Serafim e Salomão. (Foto: João Garrigó)

José Serafim da Silva, 53 anos, e Salomão Nunes Barbosa, 40 anos, foram presos na manhã desta segunda-feira nas proximidades do Estabelecimento Penal de Segurança Máxima, em Campo Grande, onde presos fizeram funcionários do local refém após uma tentativa de fuga.

Os dois estavam no interior de um Fiat Tempra de cor vinho e portavam um revólver calibre 38 carregado com seis munições intactas.

Eles foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo. A Polícia irá investigar se eles têm envolvimento com a tentativa de fuga.

José Serafim tem passagem por tráfico de drogas, já Salomão não tem ficha criminal.

O interno da Máxima Carlos Henrique da Silva e outro preso, ainda não identificado, foram surpreendidos ao tentar fugir do presídio por volta das 11 horas.

Armada com uma pistola, a dupla trocou tiros com policiais militares e rendeu

psicólogos, professores e dentistas que estavam no pátio. A princípio, foram feitos dez reféns.

Carlos Henrique se entregou após duas horas de negociação com a Polícia.



Conheço bem o Estabelecimento e já exerci todas as funções lá. Há vários incentivos para chegar a esse fim: Direção sem experiência; híper lotação sem controle de nada; falta de efetivo capacitado e com experiência nesse tipo de Estabelecimento penal. O Estado não gosta de profissional que resolve o problema, prefere os que dizem amém e mantém as farças debaixo do tapete.
 
luiz alves pereira em 02/05/2011 08:26:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions