ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Dois são presos em operação contra pedofilia virtual que atinge 4 cidades de MS

Operação cumpre nesta manhã mandados de busca e apreensão em quatro cidades de Mato Grosso do Sul

Por Kerolyn Araújo e Clayton Neves | 28/05/2020 07:51
Policiais chegam com suspeito preso na Depca. (Foto: Henrique Kawamani)
Policiais chegam com suspeito preso na Depca. (Foto: Henrique Kawamani)

Dois homens, ainda não identificados, foram presos na manhã desta quinta-feira (28) durante a Operação “Dep Caught'', desencadeada pela Depca (Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente) contra crimes praticados contra crianças e adolescentes no ambiente virtual em Mato Grosso do Sul. As duas prisões ocorreram em Campo Grande.

O primeiro preso chegou à Depca por volta das 7h35, levado policiais da Defurv (Delegacia Especializada em Repressão a Furtos e Roubos de Veículos) que dão apoio à operação. Além do preso, um malote com material apreendido na casa do suspeito também foi levado à delegacia.

O segundo preso é um homem de 35 anos, capturado no bairro Rita Vieira. Conforme apurado pela reportagem, o computador do suspeito foi apreeendido.

Material apreendido na casa de um dos suspeitos. (Foto: Henrique Kawaminami)
Material apreendido na casa de um dos suspeitos. (Foto: Henrique Kawaminami)


A operação cumpre nesta quinta-feira seis mandados de busca e apreensão em Campo Grande, Cassilândia, Jardim e Bonito. Desde as primeiras horas do dia, as equipes procuram acusados de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes que são praticados na internet.

A pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de 1 a 4 anos de prisão, de 3 a 6 anos pelo compartilhamento e de 4 a 8 anos de prisão pela produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual. A previsão está no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

A Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) também apoia a ação.