ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Polícia Civil cumpre mandados em 4 cidades de MS contra pedofilia na internet

A ação contra a pedofilia na internet é coordenada pela Depca (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente)

Por Marta Ferreira e Clayton Neves | 28/05/2020 06:35
Policiais civis estão em ação desde as primeiras horas desta quinta-feira. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Policiais civis estão em ação desde as primeiras horas desta quinta-feira. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil faz nesta quinta-feira (28), operação “Dep Caught”, para localizar e capturar autores de crimes praticados contra crianças e adolescentes no ambiente virtual em Mato Grosso do Sul. Vão ser cumpridos seis mandados de busca e apreensão em quatro cidades, Cassilândia, Jardim Bonito e Campo Grande.

 A ação contra a pedofilia na internet é coordenada pela Depca (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente). Desde as primeiras horas do dia, as equipes procuram acusados de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes que são praticados na internet.  Essas foram indentificadas durante trabalho de investigação.

Esse tipo de diligência costuma ter como foco a apreensão de material que gere prova física contra os investigados, como hds de computadores, por exemplo.

A pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de 1 a 4 anos de prisão, de 3 a 6 anos pelo compartilhamento e de 4 a 8 anos de prisão pela produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual. A previsão está no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Deep Caught - O nome da operação refere-se ao trabalho investigativo realizado pela Polícia Civil no ambiente da deep web, como é chamada a parte "obscura" da internet, onde costumam atuar os criminosos, e com a consequente localização.  A expressão em inglês, equivale a algo buscado na profundeza.

Policial durante ação comandada pela Depca para cumprir mandados contra suspeitos de exploração sexual usando a internet. (Foto: Divulgação/Polícia Civil))
Policial durante ação comandada pela Depca para cumprir mandados contra suspeitos de exploração sexual usando a internet. (Foto: Divulgação/Polícia Civil))