A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

27/03/2014 11:50

Domador furtou éguas para vender por R$ 3,5 mil e decorar quarto do 1° filho

Graziela Rezende

Domador de animais, o jovem de 23 anos que foi preso por furtar duas éguas em uma propriedade rural de Campo Grande, há oito dias, confessou a intenção em vendê-los. Com o dinheiro, ele pretendia decorar o quarto do filho, que está prestes a nascer. T.B. de O. confessou o crime ao delegado Fábio Peró, que também indiciou o receptador V.A. de A., 39 anos. As duas éguas, sendo uma delas avaliadas em R$ 90 mil, já foram entregues aos donos.

“Ele trabalhava na região e um dia antes observou o animal que poderia pegar, já que a sua intenção era de levar somente uma égua. O autor então ligou para pessoas interessadas, sendo que fechou o negócio por R$ 3,5 mil, mas nem chegou a receber o dinheiro. Após reunir a tropa, ele estendeu a mão com ração e os dois animais vieram em sua direção, sendo que ele furtou os dois”, comenta o delegado.

O receptador foi localizado na manhã de segunda-feira (24), em uma fazenda na região do Taboco, em Corguinho, a 88 quilômetros de Campo Grande. Ambos não possuíam passagens e agora vão responder pelo crime de furto e receptação, cujas penas são de um a quatro anos de reclusão.

Desaparecimento – As éguas estavam no Rancho Chora Me Liga, localizado na saída para São Paulo, quando desapareceu na madrugada de quarta-feira (19). Um dos animais, avaliados em R$ 90 mil, cresceu junto de uma menina de nove anos. Ele teria sido levado por ladrões que invadiram a chácara de um amigo, local onde ela costumava ficar.

Um dia antes, após o treino, a égua “baixinha” foi levada para a chácara, na região das Moreninhas. Por volta das 6h30 da quarta, na hora dos funcionários darem a ração, as duas éguas já não estavam no local.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions