ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  04    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Drones doados pela Receita Federal serão usados em operações do Exército

Materiais entraram no Brasil de forma irregular e foram apreendidos em fiscalizações

Por Gabriel Neris | 04/06/2020 20:29
Nove drones estão entre os itens doados pela Receita (Foto: Divulgação)
Nove drones estão entre os itens doados pela Receita (Foto: Divulgação)

O Comando da 9ª Região Militar do Exército recebeu da Receita Federal de Campo Grande diversos bens retidos em fiscalizações, entre eles nove drones que serão utilizados em operações e trabalho de inteligência no Estado.

Segundo o coronel Emídio Silva Dias, os aparelhos também contribuirão em ações de vigilância de vistorias de obras que contam com a participação do Exército.

“Esses equipamentos são muito importantes para o Exército, principalmente porque trabalhamos em conjunto com a Receita e outros órgãos para combater ilícitos nas fronteiras”, destacou o coronel Dias, que representou o comando do Exército na entrega das mercadorias.

Também foram doados instrumentos musicais, como violões, trompetes e flautas, e acessórios, como amplificadores e microfones, que serão utilizados pelas bandas de músicas do Exército no Estado.

De acordo com o delegado da Receita em Campo Grande, Edson Ishikawa, a destinação dos bens apreendidos é uma maneira do governo federal equipar os seus órgãos com itens que entrariam no país de forma ilegal.

“Quando apreendemos mercadorias irregulares e as destinamos ao setor público e a entidades filantrópicas, estamos cumprindo uma das nossas missões institucionais, de fiscalizar e dar destinação correta a esses bens”, explica.

 O delegado explica ainda que as mercadorias recebidas por órgãos públicos passam a integrar o patrimônio daquela unidade, como se tivessem sido adquiridas através de licitação, por exemplo. “Existem normas sobre essas destinações e também quanto ao uso e consumo, além de estarem submetidas à fiscalização dos órgãos de controle”, observa.