A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

15/07/2015 10:34

Dupla fornecia e financiava o tráfico de drogas em dois bairros da Capital

Luana Rodrigues
Admilson e Calebe, além da drogas e dinheiro apreendidos (Foto: Marcos Ermínio)Admilson e Calebe, além da drogas e dinheiro apreendidos (Foto: Marcos Ermínio)

Dois homens foram presos pela Denar( Delegacia de Repressão ao Narcotráfico) acusados de "articular e financiar" o tráfico de drogas na região da Vila Nha Nhá e do bairro Guanandi. A prisão da dupla ocorreu na tarde desta terça-feira(14), durante uma operação da polícia, que tinha como objetivo prender lideranças do tráfico de drogas nas duas comunidades.

Conforme o delegado responsável pelo caso, João Paulo Sartori, Admilson Aparecido Oliveira Barros, de 26 anos, e Calebe Alves da Silva, 32, forneciam pasta base para vários pontos de vendas de drogas, há cerca de dois meses. Os dois são cunhados, já que Admilson é namorado da irmã da esposa de Calebe.

Admilson foi preso em flagrante, no momento em que fornecia um tablete de pasta base de cocaína para uma adolescente de 17 anos, perto do shopping Bosque dos Ipês, saída para Cuiabá. Em seguida os policiais foram até a casa dele, onde localizaram mais três quilos do mesma droga.

Na sequência os policiais prenderam Calebe, apontado como financiador do tráfico local. Ele possui um comércio de móveis usados na avenida das Bandeiras, que seria utilizado como fachada para esconder ações do tráfico. "Ele utilizava o dinheiro da venda de móveis para financiar a compra de drogas, que depois seriam revendidas nos bairros", explicou o delegado.

Na ação foram aprendidos 4 quilos de pasta base cocaína, além de um Gol prata e uma motocicleta CG 150 preta, com placas de Campo Grande, que seriam utilizados na entrega da droga; além de aproximadamente R$ 4 mil.

Os dois permanecem presos e vão responder por tráfico de drogas e associação para o crime. Calebe já foi condenado por dois homicídios e também pelo porte ilegal de arma de fogo. Já Admilson, não tem passagens pela polícia.

Veículos apreendidos pela polícia (Foto: Marcos Ermínio)Veículos apreendidos pela polícia (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions