A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017

24/05/2011 18:49

Durante abordagem da PM, vítima passa pelo local e identifica estelionatários

Paula Maciulevicius e Ana Paula Carvalho

Polícia só descobriu estelionato porque vítima perguntou sobre compra de trator

Uma quadrilha de estelionatários foi presa no bairro Coronel Antonino, em Campo Grande, com diversas lâminas e cópias de cheques com valores acima de R$ 20 mil reais, documentos e contratos.

Policiais Militares do 9º Batalhão, do pelotão Nova Lima estranharam a atitude do grupo que passou repetidas vezes pelo local, na Rua Rio de Janeiro e fizeram a abordagem. Por “sorte”, uma vítima recente, que acabava de voltar da delegacia, onde prestou queixa, transitava e questionou o grupo sobre a compra de um trator.

Enquanto eram abordados pelos policiais, a vítima perguntou se a compra do trator ainda estava de pé. Diante da pergunta, a PM revistou o carro e encontrou as lâminas de cheques, contratos e os documentos.

Foram presos Adeilson Franco de Barros, 22 anos, que possui mandado de prisão em aberto por estelionato, Diego Luiz dos Santos, 20 anos, Luiz Carlos Batista, 26 anos e Maycke Wesley de Carvalho Firmo, 18 anos.

A vítima que não quis se identificar, contou ao Campo Grande News que havia acabado de sair da delegacia, justamente porque desconfiou do cheque dado pela quadrilha. O homem disse que anunciou nos classificados de um jornal a venda do trator por R$ 25 mil reais, a quadrilha então, entrou em contato e marcaram encontro para fechar o negócio.

Durante a negociação, o grupo ainda pechinchou o valor do trator. A pessoa que vendia disse que deixaria por R$ 23 mil. O grupo quis abaixar ainda mais o preço e sugeriu de fechar em R$ 22 mil, com entrada de metade do valor em dinheiro e o restante em cheques.

Segundo a vítima, os estelionatários mandaram cópias do cheque. Ele estranhou a numeração adulterada e procurou a Polícia. O trator não chegou a ser entregue aos “compradores”.

Os quatro foram autuados em flagrante no 2° DP (Distrito Policial) por estelionato. Segundo o delegado, o caso será investigado porque há suspeita de que eles tenham praticado outros golpes com as mesmas características.

Outubro Rosa do Hospital Cassems faz atendimento oncológico na terça que vem
Dentro das ações da campanha do Outubro Rosa "Queremos lhe dar um Toque: Prevenir, Curar e Cuidar", o Hospital Cassems Campo Grande realiza na próxim...
Aulão da UFMS em preparação para o Enem será na próxima terça-feira
Acontece na próxima terça-feira (24) o "super aulão" do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que terá as provas feitas nos dias 5 e 12 de novembro....
Motociclista é preso depois de oferecer R$ 3,5 mil a guardas para escapar
Um motociclista de 40 anos foi preso na tarde deste sábado (21) após ser flagrado com um revólver calibre 38 na mochila. Durante a ocorrência, o susp...



CAJE=24/05/2011
Gênero:opinião Tipo:expositivo
Esses estelionatários não se deram bem, por causa de uma vitima ter sido esperta e atrai a atenção deles, enquanto a policia achava documentos e cheques falso que os incriminava.
Um ser humano desse não tem vergonha na cara, de já ter feitos muitos golpes com as mesmas características. Agora eles devem sofrer dentro da cadeia para aprender uma lição.

 
Carlos Henrique--CAJE 1°B em 24/05/2011 09:02:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions