A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/04/2012 11:21

Em 24h, bando comete pelo menos três assaltos: Veja vídeo

Viviane Oliveira
Assaltante rendendo o funcionário da empresa de ônibus intermunicipal. (Foto: reprodução)Assaltante rendendo o funcionário da empresa de ônibus intermunicipal. (Foto: reprodução)
Antônio relata que dois chegaram de capacete e um de boné, dois deles armados. (Foto: Minamar Júnior)Antônio relata que dois chegaram de capacete e um de boné, dois deles armados. (Foto: Minamar Júnior)

Um grupo, aparentemente de adolescentes, é suspeito de ter assaltado pelo menos três comércios no último sábado (30), no Centro e na região Norte, em Campo Grande.

Usando armas e capacetes na cabeça, a ação do bando é rápida. Os adolescentes aparentam ser inexperientes e na maioria das vezes estão vestidos de camiseta, bermuda e chinelos. Segundo testemunhas, apesar dos meninos usarem capacetes, eles fogem com um Santana, de cor bege.

O proprietário de um comércio na rua do Rosário na região do bairro Coronel Antonino, Antônio Aparecido Barbosa, 42 anos, conta que foi vítima do grupo na manhã do último sábado. Antônio relata que dois chegaram de capacete e um de boné, dois deles armados.

“A minha cunhada estava sentada na frente da casa, quando foi arrastada pelo braço. Eles colocaram todos os funcionários, cinco pessoas, dentro do escritório e queriam dinheiro”, disse.

A ação que durou menos de um minuto e meio foi filmada pelas câmeras de segurança do estabelecimento. Eles levaram dois celulares e R$ 75 em dinheiro.

"Eles fugiram a pé pela rua das Paineiras. Eu tentei ir atrás de moto, mas não consegui", relata, que os meninos fugiram em um carro.

Próximo dali, um ponto de viagens intermunicipais foi assaltado no final da tarde, de acordo com a proprietária, foi o mesmo grupo. Eles também foram filmados pelo circuito de segurança. De chinelos, bermudas e com a mesma forma de agirem, os garotos levaram R$ 550.

“Aqui já foi assaltado 11 vezes. Da última tive um prejuízo de R$ 7 mil. Seguro não cobre mais, por conta do alto índice de assaltos nesta região”, lamenta.

A outra vítima dos adolescentes foi a viação Motta na rua 13 de Maio. O funcionário, Pedro Silva, conta que eles chegaram por volta da 18 horas. Dois adolescentes com bonés e um com capacete, dois deles armados.

De acordo com Pedro, um deles entrou e perguntou o preço da passagem para São Paulo. “Eu respondi e ele disse que ia chamar a mãe, foi quando entrou com os dois comparsas.

“Eles estavam nervosos e demonstraram inexperiência. Os garotos levaram apenas um celular que estava no meu bolso”, disse, acrescentando que fugiram em um Santana, de cor bege, que estava estacionado na esquina do estabelecimento.

Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


Na minha opiniao acontece o seguinte nao adianta ficar nesa ipocresia de falar mal deses jovens. quem deses que diseran que esas pessoas nao tem recuperacao o que ja fizeran para ajudar dar uma opurtunidade de trabalho. ou ate mesmo ensinar uma profissao digna de ganhar um salario psra manter a sua familia com diguinidade. o dia que mais mais pessoas fazer como os empressarios da cidade dos meninos que ajundan a formar mao de obra qualificada e assim desviando os jovens do mundo da marginalidade. quando um deses jovens sair do fechado eu vou querer ver quen eestes que disseran mal ira ajudar cpm uma opurtunidade de emprego no semi aberto.
 
stefayne vida em 02/11/2012 07:29:26
A POLICIA TEM QUE ABORDAR ELEMENTOS SUSPEITO, NAS RUAS PARA DAR MAIS SEGURANÇA A POPULAÇÃO A MESMA NÃO ESTA FAZENDO ESSE TRALHO A NÃO SER ANDANDO NAS RUAS DO CENTRO DA CIDADE.
 
washington luiz em 01/05/2012 12:01:30
Acho da seguinte forma, que a população tem que ter arma(com treinamento necessário), pra esperar esses indivíduos, que fazem esses assaltos de formas incríveis, saem fazendo arrastão, assaltando quem vê na rua, porque o código penal protegem eles de todas as formas. Essa campanha de desarmamento, facilita a vida do vagabundo que tem certeza que não corre perigo na rua assaltando a população.
 
Fernando Souza em 01/05/2012 09:23:54
Garotooooss??????? Meninoooss?????
São verdadeiros BANDIDOS, VAGABUNDOS e vcs ficam tentando encobrir o sol com a peneira usando palavras "bonitinhas" para qualificar esses marginais...
Me parece que ninguém tem coragem de falar a verdade nesse País!!!
 
Marcos Garcia em 01/05/2012 08:03:07
Cadê a Polícia nessas horas!!! Ainda querem apoio da população.
 
Elton Souza em 30/04/2012 12:41:37
Coitado do PM. Além de ter que sobreviver com um salário ridículo pago pelo governo, ainda tem que aturar certos tipos de comentários. Eu já vi muitas vezes a polícia fazer rondas, e quem diz que não viu tá mentindo. Falam, falam e falam mal da polícia, mas na hora que o bicho pega pra quem que ligam? Para o 190. Bando de hipócritas.
 
Cidelia Silva em 30/04/2012 08:16:58
Quantos quarteirões tem nossa Campo grande? A Patrícia e o Elton acha que todo efetivo policial dá para ficar um Cosme e Damião em cada quarteirão. Tem gente precisando ir catar coquinho.
 
Ezio Jose em 30/04/2012 07:31:51
Já abordei pessoas com capacete dentro de comércio e os próprios comerciantes foram contra a abordagem, resumindo... A polícia tem o telhado e pode jogar pedra, se as vtrs não estavam passando por ali, deveriam estar atendendo uma briga de casal ou um som alto. Estamos trabalhando como o Governo quer, do jeito que ele nos possibilita, só o que nos deixam.
 
joel boeri em 30/04/2012 07:28:29
Patrícia e Elton, o que vocês entendem sobre o trabalho da Polícia?
Não estou questionando o exercício do direito de cada um de vocês de emitirem opinião, mas informem-se primeiro para não cometerem equívocos.


 
Wellyngton Batista em 30/04/2012 06:54:48
Pra esses vagabundos só uma maneira caixão e vela preta..fico indignado com esses menores que praticam crimes e nada se faz, mas enfim e a lei.....
 
joao guilherme em 30/04/2012 06:34:38
Esse Juliano Almeida deve ser policial, para defender tanto.... Realmente a PM não tem "bola de cristal" mas tem carros e motos para fazer ronda.
 
Patrícia Pereira em 30/04/2012 05:24:39
Ñ ha punicao para estes marginais e se forem menores pior para as vítimas pois se elas reagirem e desarmar estes vagabundos, podem ser proscessados pelos direitos humanos ou ministerio publico por agredir um menor. A policia esta na rua mas o efetivo é reduzido e ñ tem como estar en todo os lugares. Reducao da menor idade para crimes é a solucao, e aumento de pena para crimes hediondos praticados
 
Paulo Umura Higa em 30/04/2012 04:37:40
Caro Elton agora a policia tem que ter bolinha de cristal para localizar onde e quando vai ser realizado um roubo como este, cidadão não fala coisa que você não tem noção do que realmente esta falando, e justamente toda população tem que ficar ao lado da policia por que na hora que você mais precisa e a POLICIA e quem te ajuda, pensa no que vai escrever primeiro cidadão
 
juliano almeida em 30/04/2012 03:54:25
Relativização da maioridade penal. Trabalhos forçados. Prisão Perpétua. Pena de Morte. Enquanto temas como esses não saírem do papel, a bandidagem vai reinar.
 
Anita Ramos em 30/04/2012 02:16:02
E ainda querem tirar armas do povo brasileiro! Diga NÃO ao desarmamento.
Duvido se esse empresario tivesse uma arma em sua empresa, esses muleques vagabundos iam sair ilesos, porque a justiça de nada fará contra eles
 
ALEXANDRE VALLEZZI CAVALCANTE em 30/04/2012 02:12:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions