A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/11/2015 20:48

Em 8 meses , Nha Nha deve ter câmeras de monitoramento para combater tráfico

Flávio Paes
Ônibus que abrigará central está na cidade desde junho (Foto;Divulgação)Ônibus que abrigará central está na cidade desde junho (Foto;Divulgação)

A Vila Nha Nha, um dos bairros  de Campo Grande que enfrenta um problema crônico com o tráfico  e o  consuno de drogas, até o final do primeiro semestre de 2016, portanto dentro de aproximadamente oito meses, contará com um serviço de videomonitoramento com 14 câmeras e uma central montada num ônibus adaptado.

Esta estrutura terá o suporte de quatro guarnições da guarda municipal (duas motocicletas e duas viaturas) que farão o policiamento 24 horas, além de contar com a retaguarda da Polícia Militar. Os  equipamentos (incluindo as viaturas) foram adquiridos pelo Governo Federal (e repassados à Prefeitura) dentro do Programa Crack e Possível vencer lançado há quatro  anos e que só agora começa a sair do papel.

 Ano passado, a Polícia Militar chegou a promover uma operação para ocupar o bairro, com a presença diária de várias guarnições circulando nos postos de venda e consumo de drogas.  O trabalho acabou  sendo abandonado pouco tempo depois. 

O ônibus que funcionará como central, ficará estacionado num epicentro de onde as câmeras poderão captar imagens num raio de 13 km quilômetros. São equipamentos com imagens de alta resolução. “Vamos trabalhar de forma articular com as forças de segurança pública e em parcerias com as secretarias de Saúde e Assistência Social, que farão o trabalho de atendimento dos dependentes químicos”, explica o secretário.

A Polícia Militar desde abril instalou na região do Los Angeles uma estrutura semelhante (com 24 cameras) que há um mês não estava funcionando para reparos em alguns equipamentos.

Sobre o Programa
Lançado em dezembro de 2011, o programa Crack é Possível Vencer é um conjunto de ações do Governo Federal para enfrentar de forma intersetorial os problemas relacionados ao uso do crack e de outras drogas. A iniciativa tem o objetivo de aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários de drogas, enfrentar o tráfico e as organizações criminosas e ampliar atividades de prevenção.

As ações estão estruturadas em três eixos: cuidado, autoridade e prevenção. O primeiro inclui ampliação e qualificação da rede de atenção à saúde voltada aos usuários. No eixo autoridade, o foco é a integração de inteligência e cooperação entre Polícia Federal,Polícia Rodoviária Federal e polícias estaduais, a realização de policiamento ostensivo nos pontos de uso de drogas nas cidades, além da revitalização desses espaços. Já o eixo prevenção abrange ações nas escolas, nas comunidades e de comunicação com a população.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions