ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 12º

Capital

Em Campo Grande, crianças já recebem dose da Coronavac

Anvisa autorizou na quinta-feira (20) a aplicação do imunizante no público infantil

Por Ana Paula Chuva | 22/01/2022 11:04
Menino sendo imunizado contra covid-19 em Campo Grande. (Foto: Divulgação | PMCG)
Menino sendo imunizado contra covid-19 em Campo Grande. (Foto: Divulgação | PMCG)

Autorizada na quinta-feira (20) pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a aplicação de Coronavac em crianças e adolescentes de 6 a 17 anos, desde que não sejam imunossuprimidos, começou em Campo Grande neste sábado (22).

O uso do imunizante para o público foi incluído no Plano Nacional de Operacionalização das vacinas da covid, conforme nota técnica do Ministério da Saúde. A autorização da Anvisa para uso emergencial do imunizante considerou o esquema de duas doses com intervalo de 28 dias.

Segundo a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), estudos recentes mostram que a vacina é eficaz contra a doença. Análises de efetividade para diversos desfechos da covid-19 em aproximadamente 2 milhões de crianças de 6 a 16 anos de idade mostraram que após 7 dias da segunda dose da vacina, foi observada, em relação às crianças não vacinadas, uma efetividade de 74,23% (95%IC: 72,7-75,6) contra infecção por SARS-CoV2, 74,12% (95%IC: 72,375,7) contra covid-19 sintomática, e 90,24% (95%IC: 79,1- 95,4) contra hospitalização por covid-19.

No estudo, nenhuma das crianças que necessitou ingresso em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ou que veio a falecer era vacinada com Coronavac. Apesar de não ter havido mortes no grupo vacinado, o tamanho amostral não foi suficiente para analisar efetividade para este desfecho.

Atualmente, Campo Grande conta com aproximadamente 28 mil doses da Coronavac, que possibilitam avançar na vacinação de crianças e adolescentes. Até o início da manhã hoje, 6.263 crianças de 5 a 11 anos com ou sem comorbidades foram vacinadas na Capital. O público estimado nesta faixa etária é de 90 mil pessoas.

Vacinação - Vale lembrar que a vacinação de crianças é feita apenas com a presença de pais ou responsáveis legais, caso isso não seja possível, é preciso apresentar o termo de consentimento assinado e uma cópia do documento pessoal.

Hoje, diversas unidades de saúde, nas sete regiões urbanas e distritos da Capital, fazem plantão para imunização tanto do público infantil quanto do adulto.

Nos siga no Google Notícias