A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

19/01/2018 14:57

Em dois dias, Denar prende três por tráfico em Campo Grande

Os suspeitos foram flagrados em bairros diferentes da cidade, com porções de cocaína, pasta base e maconha

Geisy Garnes
Foram apreendidas porções de cocaína e pasta base (Foto: Divulgação)Foram apreendidas porções de cocaína e pasta base (Foto: Divulgação)
Lírio Leito estava em liberdade há cinco meses (Foto: Divulgação)Lírio Leito estava em liberdade há cinco meses (Foto: Divulgação)

Nos últimos dois dias a Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) prendeu três pessoas por tráfico de drogas em Campo Grande. Os suspeitos foram flagrados em bairros diferentes e porções de cocaína, maconha e pasta base foram apreendidas pelos investigadores durante as ações.

A primeira prisão aconteceu na quarta-feira (17). Os policiais da especializada chegaram a Maicon de Oliveira Maciel após denúncias apontarem a casa em que ele morava como ponto de venda de drogas. No local, as equipes flagraram usuários que haviam adquirido porções de pasta base e por isso resolveram entraram na residência.

No imóvel foram apreendidas 15 porções de pasta-base e duas de maconha, já prontas para a venda, além de dinheiro trocado. Na quinta-feira (18), a os investigadores prenderam Willian Diego da Silva Azevedo, vulgo Magrelo e Lirio Leito.

Segundo a polícia, Willian tem várias passagens e estava foragido do Centro Penal Agroindustrial da Gameleira.O suspeito foi abordado no Bairro Universitário e com ele foram apreendidos pouco mais de 1,6 quilos de maconha e oito papelotes de cocaína e por isso acabou preso em flagrante.

Já Lírio foi surpreendido em uma residência da Rua Juan Villarrodona, no Jardim das Macaúbas, com três porções e 52 papelotes de cocaína. Conforme a polícia, o suspeito esteve preso por 14 anos e estava em liberdade a apenas cinco meses. Os três homens foram indiciados por tráfico de drogas.

As informações que resultaram na prisão dos autores chegaram a polícia através do WhatsApp da delegacia especializa. Denúncias sobre o tráfico de drogas na Capital podem ser enviados para a Denar pelo aplicativo, no número (67) 99995 6105.

Willian tinha várias passagens pela polícia (Foto: Divulgação)Willian tinha várias passagens pela polícia (Foto: Divulgação)
Maicon de Oliveira foi preso na quarta-feira (Foto: Divulgação)Maicon de Oliveira foi preso na quarta-feira (Foto: Divulgação)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions