A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

16/01/2018 18:11

Após ostentar armas, quadrilha é presa com drogas e até pé de maconha

Cinco integrantes do grupo, que também é investigado por envolvimento em roubos, foram presos

Geisy Garnes
Foram apreendidos dinheiro, maconha, pasta base e uma arma (Foto: Divulgação Denar)Foram apreendidos dinheiro, maconha, pasta base e uma arma (Foto: Divulgação Denar)

Cinco integrantes de uma quadrilha foram presos por tráfico de drogas nesta segunda-feira (15) em Campo Grande. Os suspeitos foram flagrados com papelotes de pasta base de cocaína, um revólver calibre 38, porções de maconha e ainda dois pés da planta, em uma residência do Bairro Bosque Santa Mônica.

A prisão foi realizada na manhã de ontem por equipes da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico). Segundo o delegado responsável pelo caso, Gustavo Ferraris, as investigações começaram depois que os policiais tiveram acesso a imagens em que Rogério Faldim Aral, conhecido como Zika, de 27 anos, ostentava armas e drogas nas redes sociais.

Foram duas semanas de investigações, que resultaram na diligência desta segunda-feira. Rogério Faldim e o comparsa João Paulo Farinha, de 20 anos, foram bordados em uma rua da região e levaram os investigadores até a residência em que funcionava o “QG (Quartel General)” da quadrilha.

Rogério Faldim Aral divulgou fotos com armas nas redes sociais (Foto: Divulgação Denar)Rogério Faldim Aral divulgou fotos com armas nas redes sociais (Foto: Divulgação Denar)

No local foram apreendidas oito porções de maconha, além dois pés da planta, outros 25 papelotes de pasta base e um revólver calibre 38, com 10 munições do mesmo calibre. Na casa ainda foram presos Jackson Ribeiro de Souza Lima, de 22 anos, Luis Felipe Mergar Medeiros, de 19 anos e Manoel Felipe Barros Pinto, vulgo Paulista, de 26 anos.

Conforme a polícia, a quadrilha também é investigada por envolvimento em roubos. Por conta disso, após passarem por audiência de custódia e terem a prisão preventiva decretada, os cinco suspeitos foram levados para a Derf (Delegacia Especializada de Roubo e Furto), para serem reconhecidos pelas vítimas.

Outros integrantes da quadrilha estão foragidos e são procurados pela Denar. Os cinco presos respondem por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo de uso permitido.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions