ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  21    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Em pontilhão marcado por suicídios, fitas amarelas pedem: "não desista"

Local marca campanha de combate ao suicídio da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher

Por Caroline Maldonado | 24/09/2021 09:04
Dezenas de fitinhas foram amarradas na grade do pontilhão. (Foto: Caroline Maldonado)
Dezenas de fitinhas foram amarradas na grade do pontilhão. (Foto: Caroline Maldonado)

Dezenas de fitinhas com mensagens e balões coloriram de amarelo, o pontilhão das avenidas Ceará com Afonso Pena, nesta manhã. O local foi escolhido para marcar a campanha de combate ao suicídio da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), em alusão ao Setembro Amarelo.

O pontilhão já foi cenário de suicídios e muitas tentativas, por isso, a equipe do Disque 180 resolveu fazer a ação ali, inclusive, com oração e entrega de mensagens aos condutores que passavam pela Afonso Pena. Na grade, um cartaz com mais mensagens pode ser avistado por quem transita pela Ceará.

Investigadora da Deam, Viviane Nunes. (Foto: Caroline Maldonado)
Investigadora da Deam, Viviane Nunes. (Foto: Caroline Maldonado)

“Se uma fitinha salvar uma vida, será de grande valia”, resume a investigadora Viviane Nunes. A delegacia, que recebe constantemente casos de violência familiar, está sempre se deparando com pessoas que têm pensamentos suicidas, segundo a investigadora.

“Nosso trabalho é com a família, que é a base da sociedade. Quando a mulher chega com um problema na delegacia, é porque essa família está doente. Tivemos palestras entre os profissionais durante o mês e hoje, estamos encerrando aqui”, detalha Viviane.

Funcionária do Disque 180, Suelen Tereza ajudou a amarrar as fitas na grade do pontilhão. Ela lembra que há maneiras de ajudar pessoas com pensamentos suicidas.

“Toda vida importa. Precisamos conversar, ouvir e respeitar as pessoas. Não é frescura. Depressão é uma doença”, destacou.

Funcionários da Deam fixaram fitas e balões na grade do pontilhão. (Foto: Caroline Maldonado)
Funcionários da Deam fixaram fitas e balões na grade do pontilhão. (Foto: Caroline Maldonado)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário