A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/04/2015 12:14

Em reunião, Azambuja busca integração entre estados no Codesul

Filipe Prado e Leonardo Rocha
Azambuja busca a integração entre os estados do Codesul (Foto: Alcides Neto)Azambuja busca a integração entre os estados do Codesul (Foto: Alcides Neto)

Reinaldo Azambuja (PSDB) e governadores do Rio Grande do Sul, Ivo Sartori (PMDB), do Paraná, Beto Richa (PSDB) e de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), participam de uma reunião reservada durante a primeira reunião do Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul), no Espaço Yoted. Os chefes de estado buscam integração e discutem projetos coletivos.

A reunião começou às 9h e terminou 11h, horário da abertura do evento. O secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula, a reunião é para discutir projetos e ações “integradas entre vizinhos”. Ele ressaltou que Azambuja irá debater sobre assuntos convergentes entre eles, mas apontou que o governador defenderá os interesses próprios de Mato Grosso do Sul.

“Cada estado vai defender seu interesse individual, mas existem pautas que são coletivas e que serão tratadas em grupo”, comentou o secretário da Casa Civil.

O diretor-presidente da Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de MS), Marcelo Turini, mencionou que estes eventos são importantes para “aliar as pautas entre os governos”. Ele assegurou que a fundação já vem fazendo estes encontros com os responsáveis de outros estados, através de fóruns.

Ainda apontou que as governadores debatem projetos estratégicos em comum como a preservação e conservação da água, recuperação de pastagens degradadas e a tecnologia de pecuária de precisão.

O reitor da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), Fábio Edir dos Santos Costa, concluiu que as universidades são importantes para ceder as estruturas para as pesquisas de projetos técnicos de comum acordo entre os estados. Um dos projetos em pauta é o Parque Tecnologico Internacional de Mato Grosso do Sul. “A UEMS está na diretoria. Depois do direcionamento, os projetos e ações podem ser continuados”, explicou.

Durante o evento, Azambuja irá transferir a presidência do Conselho para o governador do Rio Grande do Sul, Ivo Sartori. Nesta primeira reunião do ano está incluído na pauta de discussões o a dívida dos estados com a União, a redução a zero da contribuição de estados e municípios para o Pasep, Fex (Fomento das Exportações) e Lei Kandir.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions