A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Maio de 2019

25/04/2019 23:27

Em seu 6º julgamento, Nando é acusado de ter assassinado jovem de 18 anos

Bruno Santos Silva, de 18 anos, foi morto estrangulado ao cair numa emboscada na região do Jardim Veraneio

Adriano Fernandes
Luiz Alves Martins Filho em 2013, quando deu entrevista ao Campo Grande News (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Luiz Alves Martins Filho em 2013, quando deu entrevista ao Campo Grande News (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

Em seu sexto julgamento, marcado para esta sexta-feira (26) em Campo Grande, Luiz Alves Martins Filho, o Nando, pode ser condenado mais uma vez, agora, pela morte de Bruno Santos Silva, de 18 anos. Ao todo, o serial killer já foi condenado a 73 anos e três meses de prisão por mortes e ocultações de cadáveres na região do Jardim Veraneio.

Assim como as outras vítimas de Nando, Bruno foi morto ao cair numa emboscada em um lixão da Rua dos Astronautas em abril de 2013. Atraído ao local por Claudinei Augusto Orneles Fernandes, comparsa de Nando o jovem foi morto estrangulado e depois enterrado em meio a mata. O restos mortais de Bruno foram encontrados anos depois quando as execuções em série do reú, vieram à tona.

O motivo da execução, conforme os autos do processo é porque Nando achava que Bruno teria matado um de seus familiares na noite anterior. A vítima foi até o local, devido a uma proposta sexual de Claudinei que também deve ser julgado, na mesma audiência. A sessão de julgamento deve começar às 08h no Tribunal do Júri da Rua da Paz em Campo Grande.

Audiências – Nando ainda responde por oito ações penais e ao todo, 15 denúncias pelo crime de homicídio foram oferecidas na Justiça contra ele e tramitam na 1ª e 2ª Varas do Tribunal do Júri da Capital. Somente em um processo, do assassinato de Daniel de Oliveira Barros, ele foi impronunciado e o caso arquivado.

Além da sessão de sexta-feira, Nando ainda deve passar por outros dois julgamentos no mês de maio. No dia 10 pela morte de Ariel Fernando Garcia Lima Teixeira e no dia 17 pelo assassinato de Daniel Gomes de Souza Carvalho.

Ele já foi pronunciado pelas mortes de Alex da Silva dos Santos; Jhenifer Lima da Silva; Aparecida Adriana da Costa; Aline Farias da Silva; "Alemão" e Eduardo Dias Lima, e aguarda que o julgamento seja marcado.

Condenações – Dos cinco júris já realizados, "Nando" foi condenado em quatro deles, sendo absolvido somente pela morte de Ana Claudia Marques. Ainda devem ser agendados os julgamentos pelas mortes das vítimas Alex da Silva dos Santos; Jhenifer Lima da Silva; Aparecida Adriana da Costa; Aline Farias da Silva; "Alemão" e Eduardo Dias Lima.

Assassino em série – Nando é autor de uma série de assassinatos no bairro Danúbio Azul. As vítimas eram, em maioria, jovens mulheres envolvidas com consumo de drogas e inseridas em contexto de vulnerabilidade social.

Ele é acusado de ter matado pelo menos 16 pessoas, entre os anos de 2012 e 2016, e ficou conhecido como um dos maiores serial killers do Estado, pela quantidade e a forma cruel como executava os crimes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions