ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Em três horas, 5 vítimas procuram polícia para denunciar golpes

Vítimas chegaram a perder quase R$ 10 mil ao serem enganados na internet

Por Ana Oshiro | 22/06/2021 06:53
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Na noite desta segunda-feira (21), cinco pessoas, entre 28 e 74 anos, procuraram a Depac (Delegacia de Atendimento Comunitário) Centro, em Campo Grande, para denunciarem golpes aplicados pela internet. Os casos foram registrados como estelionato, fraude eletrônica e invasão de dispositivo informático. Uma das vítimas perdeu quase R$ 10 mil.

É o caso de um homem, de 50 anos, que realizou duas transferências de R$ 4.980,00 através do Pix. De acordo com a vítima, uma pessoa, fingindo ser sua filha, enviou mensagens pelo Whatsapp, pedindo o dinheiro para comprar dois celulares, um para ela e outro para o namorado, e disse que depois devolveria o dinheiro.

Acreditando que estava mesmo conversando com a filha, o homem fez as transferências, que totalizaram R$ 9.960,00, a vítima só percebeu que foi enganada quando o golpista apagou a foto de perfil. O homem então ligou para a filha, que disse ao pai não ter feito nenhuma compra de celular novo, confirmando que alguém tinha se passado por ela. O caso foi registrado como estelionato e fraude eletrônica.

Usando a mesma estratégia, de fingir ser o filho da vítima, um golpista quase conseguiu R$ 5 mil de um idoso, de 74 anos, mas dessa vez o golpe não foi concluído e foi registrado como estelionato na forma tentada e fraude eletrônica. Neste caso, o idoso contou à polícia que recebeu mensagens de um número que estava com a foto do filho, dizendo que havia trocado o celular e pedindo para salvar o novo contato. A sorte do senhor foi que ele e o filho estavam juntos no momento da tentativa de golpe.

Ainda se passando pelo filho da vítima, o golpista disse que não conseguia acessar o aplicativo do banco, já que o celular era novo, e pediu para o "pai" depositar R$ 4.890,00 na conta de uma outra pessoa, para quem ele estava devendo dinheiro. O idoso e o filho esperaram o golpista passar a conta, em seguida bloquearam o contato e procuraram a polícia para registrar o boletim de ocorrência.

Em outro golpe aplicado, na noite desta segunda-feira, os bandidos invadiram o perfil do Instagram de uma mulher de 28 anos e fingiram que estavam vendendo um iPhone. Dois amigos da mulher acabaram vitimas do golpe e transferiram dinheiro acreditando que estavam comprando o aparelho celular. De acordo com a dona do perfil, ela começou a receber ligações de amigos perguntando sobre a venda do iPhone, depois de algumas tentativas, ela conseguiu acessar o aplicativo do Instagram e viu as conversas do golpista com seus amigos.

Um dos amigos, um homem de 33 anos, transferiu R$ 5.900,00 e procurou a polícia ao descobrir que havia caído em um golpe. Em depoimento ele disse que percebeu o crime no momento que viu o namorado da amiga alertando que o perfil dela havia sido invadido e que ele não estava vendendo nada. Um outro amigo também perdeu dinheiro na falsa venda do iPhone e transferiu R$ 3 mil para o golpista, mas essa vítima não chegou a registrar boletim de ocorrência até a manhã desta terça-feira (22).

Outro estelionato registrado foi por conta de uma falsa venda de motocicleta, a vítima teve prejuízo de R$ 2 mil. De acordo com o registro, a vítima, de 36 anos, viu uma motocicleta sendo vendido no Facebook, pelo valor de R$ 2.800,00, se interessou pelo veículo e combinou de encontrar o vendedor. O golpista disse que estava vendendo a moto para pagar uma dívida, e que queria R$ 2 mil transferidos para uma conta, e no mês seguinte os R$ 800,00. A vítima fez o pagamento, mas o vendedor disse que o dinheiro não havia caído na sua conta e foi embora sem entregar o veículo. O caso foi registrado como estelionato.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário