A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

05/03/2011 11:12

Em um dia, Bombeiros recebem 50 pedidos de atendimento sobre alagamentos

Jorge Almoas, Fabiano Arruda e Ricardo Campos Jr.

Desde a manhã de sexta-feira até o começo da manhã deste sábado, o Corpo de Bombeiros de Campo Grande recebeu 50 pedidos de atendimento sobre alagamentos em bairros da cidade. Das 50 solicitações, 22 foram atendidas.

De ontem para hoje, foram realizadas oito operações de desalagamentos, quando o Corpo de Bombeiros retira água com uso de motobombas. Os desalagamentos foram registrados nos bairros Santa Emilia, São Conrado, Aero Rancho, Nova Campo Grande, Imá e Oliveira.

Morador há nove anos na Rua Capitão Holanda de Moura, no Jardim São Conrado, Adelino Lopes, de 47 anos, disse que nunca viu uma situação como essa. “Como não tem para onde escoar a água, ela acaba invadindo meu quintal”, conta Adelino, que não teve prejuízos, pois a água não chegou a entrar na residência.

Remoção – Há aproximadamente uma semana, a família de Márcia de Assis da Costa, de 50 anos, sofre com o alagamento na casa localizada na Rua Conde de Boa Vista, no bairro Santa Emília.

A água dominou a residência e a Defesa Civil trabalha para fazer a remoção da família. Segundo Márcia, funcionários da Emha (Empresa Municipal de Habitação) estiveram hoje pela manhã na casa dela, informando que ela será transferida para outra residência o quanto antes.

“Não importa para onde vamos. Quero sair daqui rápido”, disse, aos prantos, Márcia.

O marido dela, Rubens Miranda da Costa, de 60 anos, improvisou uma barricada com barro para evitar o avanço da água. “Não posso retirar meu carro, senão destruo a barreira e água invade”, lamenta o catador de material reciclável.

Atenção – Durante as ligações que recebe via 193, o Corpo de Bombeiros faz uma triagem para identificar a gravidade do alagamento. A prioridade são casos mais graves em que a água invade as casas.

Em alguns casos, moradores ligam reclamando de água no quintal. O Corpo de Bombeiros orienta as pessoas para entrar em contato somente quando a água tiver invadido a casa ou prejudicando de alguma forma.

O Corpo de Bombeiros conta com quatro motobombas, que podem ser colocadas em quaisquer locais. Os caminhões que fazem atendimento de incêndio, que tem equipamento para esgotar a água, não conseguem em todos os locais por causa da mangueira curta.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions