A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/06/2011 15:44

Secretário diz que empresa que consertou asfalto sem necessidade foi punida

Marta Ferreira
O secretário Marcos Cristaldo, durante audiência na Câmara.O secretário Marcos Cristaldo, durante audiência na Câmara.

Durante a audiência pública realizada esta manhã na Câmara dos Vereadores de Campo Grande, sobre a regra que exige a utilização de piso tátil na cidade, o secretário de Meio Ambiente e Controle Urbanístico, Marcos Cristaldo, acabou sendo sabatinado também sobre o trabalho de recapeamento do asfalto na cidade e as denúncias de que ruas sem problemas estão recebendo conserto.

O secretário disse que, por dia, são 50 pedidos de conserto de ruas. Ainda segundo ele, a cada dia a prefeitura tapa 2 mil buracos e que as ações são tratadas com “critério e responsabilidade”

Cristaldo disse que uma emprenteira já teve punição por parte do município, porque um funcionário cobriu com massa asfáltica um trecho onde não havia determinação. Segundo o secretário, ele viu uma imperfeição no pavimento, no bairro Tiradentes, e decidiu cobrir, sem haver autorização para isso.

No jardim Bonanza, conforme o secretário, houve algo parecido. Dessa vez, a lama asfáltica foi colocada sobre uma tampa das saídas de esgoto.

Em outro bairro, o Talismã, o conserto aparentemente sem necessidade foi feito após uma moradora pedir, por causa das ondulações na pista próximo ao meio-fio.

A audiência na Câmara durou quase 3 horas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions