A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

03/12/2016 09:03

Empresário é encontrado morto em apartamento com 'altar estranho'

Prédio onde morte ocorreu é o mesmo em que menino de 10 anos morreu após cair do 13º, em 2011

Luana Rodrigues
Evandro Frutuoso de Souza, 42 anos, foi encontrado morto com um tiro na cabeça. (Foto: Reprodução/ Facebook)Evandro Frutuoso de Souza, 42 anos, foi encontrado morto com um tiro na cabeça. (Foto: Reprodução/ Facebook)

Evandro Frutuoso de Souza, 42 anos, foi encontrado morto com um tiro na cabeça, na tarde de sexta-feira (2), no apartamento em que morava, no edifício Torres de España, localizado na Avenida Nelly Martins, bairro Carandá Bosque, em Campo Grande. Ele estava em um dos quartos, enquanto na sala havia uma espécie de 'altar', com velas e fotografias.

Conforme informações do registro da ocorrência, a esposa de Evandro contou em depoimento que, por volta das 17h, chegou ao apartamento e percebeu que a porta estava destrancada. Ao entrar na sala, a mulher disse ter visto algo que classificou como estranho: uma espécie de altar com fotos e velas, além de mensagens de agradecimento e despedida.

Estranhando a situação, a mulher disse que procurou pelo marido e viu que um dos quartos do apartamento estava trancado. Ela disse que pegou uma panela e arrombou a porta, momento que encontrou o marido com um sangramento na cabeça e um revólver na mão

À polícia, a mulher contou ainda que Evandro estava com a arma empunhada e o dedo no gatilho. Além disso, tinha escrito a palavra “Deus” na testa.

A delegada plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, Ana Paula Trindade, esteve no local, juntamente com a perícia. A pistola encontrada no local foi apreendida, com seis munições intactas e uma deflagrada.

Conforme informações do site Nova News, Evandro era um dos responsáveis pela empresa Lokall Máquinas, da cidade de Nova Andradina – distante 300 quilômetros de Campo Grande. O caso, registrado como morte a esclarecer, será encaminhado à 3ª Delegacia de Polícia Capital.

 

Na janela por onde menino caiu, em 2011, havia um buraco na tela. (Foto: João Garrigó/ Arquivo)Na janela por onde menino caiu, em 2011, havia um buraco na tela. (Foto: João Garrigó/ Arquivo)

Em 2011 – No dia 4 de novembro de 2011, um garoto de 10 anos morreu após cair da sacada de um apartamento do 13º andar também do edifício Torres de España.

Gabriel Francisco Dias Basílio, caiu de uma altura de cerca de 39 metros do prédio que tem 17 andares, segundo cálculo do Corpo de Bombeiros, na época. 

O menino morava com os pais e duas irmãs no apartamento, mas, no momento da morte, apenas uma das garotas estava no local. Em uma das janelas do imóvel a tela estava rasgada. Uma faca de pão foi encontrada ao lado.

Na época, a adolescente de 13 anos que estava no apartamento disse que ao sair do banho, percebeu que a janela estava aberta e a tela de proteção tinha um buraco. E ao se aproximar da janela viu o corpo do irmão no chão.

A janela de onde o garoto caiu batia no peito dele e não foi encontrado nada próximo que pudesse ter servido de apoio para ele subir. Mas havia um tanque próximo, pois se tratava de uma área de serviço.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions