A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

22/08/2016 19:57

Equipe começa investigação sobre sumiço de dólares analisando ‘papelada’

Por conta da correição, 3ª Vara Federal fica fechada até o dia 2 de setembro

Anahi Zurutuza
Cartaz informando sobre trabalho da equipe do TRF 3 foi afixado às 10h na secretaria da 3ª Vara (Foto: Fernando Antunes)Cartaz informando sobre trabalho da equipe do TRF 3 foi afixado às 10h na secretaria da 3ª Vara (Foto: Fernando Antunes)

A equipe do TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), que veio a Campo Grande para investigar funcionários da 3ª Vara Federal de Campo Grande pelo sumiço de dólares apreendidos, começou a analisar os processos que geraram o confisco do dinheiro. Até agora, nenhum trabalhador lotado neste e nem do juiz Odilon de Oliveira foram ouvidos.

O titular da 3ª Vara informou sob o comando da corregedora-regional, Therezinha Carzeta, a equipe começou a “análise da papelada”, mas não soube dizer se haverá coleta de depoimentos. O juiz Odilon afirmou ainda que não pode comentar o assunto, porque a investigação tramita em sigilo.

A 3ª Vara Federal teve dois casos de sumiço de dólares apreendidos em 2003. O suspeito é um funcionário, Jedeão de Oliveira, que ocupou cargo de confiança por 21 anos e foi demitido no mês de junho.

Início dos trabalhos – Na secretaria do setor, que está fechado, consta um aviso de que o local passará pela inspeção de 22 de agosto (hoje) até 2 de setembro.

A equipe de correição começou a trabalhar às 10h. No início dos trabalhos, passaram por lá o vice-presidente da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil seccional de Mato Grosso do Sul), Gervársio Alves de Oliveira e o advogado Fabio Nogueira da Costa, representante da Ordem na correição.

Conforme explicou o vice-presidente, os participantes da vistoria estão tomando conhecimento dos processos. Ainda não foi repassado o período, nem a quantidade de ações que passarão pela correição.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions