A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

20/11/2011 13:19

Esteticistas comemoram regulamentação da profissão na Capital

Fernando da Mata

Segundo a Apecsul, cerca de 9 mil esteticistas atuam no estado e 70% dos salões e centros estéticos não são regulamentados

Esteticistas na Praça do Rádio Clube(Foto: Simão Nogueira)Esteticistas na Praça do Rádio Clube(Foto: Simão Nogueira)

Cerca de 70 esteticistas celebraram o Dia Nacional da classe, na manhã deste domingo (20), na praça do Rádio Clube, Centro de Campo Grande. Porém, os profissionais tiveram outro motivo para comemorar: a regulamentação da profissão com a criação do Conselho Regional de Biomedicina e Estética.

A professora do curso superior de Estética da Anhanguera/Uniderp, Gabriela Franco Tuller, ressaltou que a luta pela regulamentação ocorre há vários anos. “A gente comemora porque nosso maior problema é o fato de salões e centros estéticos atuarem com profissionais sem curso superior ou técnico”, explicou a docente.

Um dos fatores ressaltados na manifestação é a luta contra os serviços estéticos oferecidos por compra coletiva. Segundo a professora da Anhanguera/Uniderp, em média, 30 pessoas queimadas por aparelhos estéticos fazem denúncia todos os dias.

A diretora de eventos da Associação Profissional dos Esteticistas e Cosmetólogos do Mato Grosso do Sul (Apecsul), Sônia Pessoa, disse que os profissionais sem formação terão que se enquadrar. “Quem não tem curso, vai passar por avaliação teórica e prática”, enfatizou Sônia.

Em Mato Grosso do Sul, existem cerca de 9 mil esteticistas atuando, de acordo com a Apecsul. De acordo com a entidade, 70% dos salões e centros estéticos não são regulamentados.

Índice que vai se reverter com a regulamentação, segundo a presidente da Apecsul, Joana Aguirre do Amaral. “Vai ser fiscalizado de porta em porta, agora nós temos respaldo”. A chefe da associação frisou ainda que, inicialmente, serão disponibilizados cinco fiscais.

Maioria prefere pagar taxa de lixo em fatura separada, aponta enquete
A maioria dos leitores participantes da enquete da semana diz que prefere pagar a taxa do lixo em um boleto separado da fatura de água ou luz. O valo...
Homem é baleado nas costas enquanto caminhava na 14 de Julho
Jovem de 23 anos foi baleado nas costas enquanto caminhava na Rua 14 de Julho, no Bairro Cabreúva, em Campo Grande. Hugo Vinícius Crisanto de Lima fo...


Sou autora do projeto de Lei 959/2003 que está em fase final no Senado! e espero que este sim,seja regulamentado.Nos esteticistas de todo Brasil merecemos esta sansão.Por enquanto não podemos comemorar".Eu não estou "Deixei de lado 9 anos de estudo de fisioterapia para me dedicar exclusivamente ao PL 959/2003,respeitando todas as profissões,usando a ética do bom senso e a bioética da profissão
 
Maria Mirian Marinheiro Paiva em 24/01/2012 11:04:53
Qual foi a lei regulamentada? O PL 112/2007 com 5 profissões juntas? Quem vai comemorar? Qual foi o movimento da classe que apoiou? Fiquei chocada com a noticia e estou esperando o congresso voltar ao normal para solicitar uma audiência publica junto com o último relator do PL 959 para esclarecer porque a inclusão da nossa profissão que tanto trabalhei(trabalhamos) para que fosse sancionada
 
Mirian Paiva em 24/01/2012 10:49:08
prof. cleylson souto, quando os conselhos são criados, fundados ou agregados, existe esse cuidade de não exlusão dos profissionais que teem seus direitos adquiridos, por tempo de serviço, comprovado por prova teorica e praica, documentação, cursos na área, carteiras de trabalho, ou documentação de empresas, mas isso não quer dizer que todo mundo possa não e que vai perdurar a vida intira não.
 
prof. cleylson souto em 24/11/2011 12:44:35
Prof. cleylson souto, os profissionais com graduação teem suas áres de atuação bem mais ampla, aplicação de todas as técnicas esteticas,docencia,direção, supervisão, e a tendencia é essa todos cursarem o ensino superior e não retroceder, mas quem já trabalha a anos tambem tenham seus dietos adquiridos comprovados respeitados e não excluidos afinal a posição do conselho é essa e funciona assim.
 
Prof. cleylson souto em 24/11/2011 12:39:21
Parabéns e sucesso a todos(as)
 
CHRISTOPHER PINHO FERRO SCAPINELLI em 21/11/2011 11:56:23
Não vejo motivo pra comemorar, quer dizer que estudei 3 anos em uma universidade pra nada?Porque agora foi decidido quem não tem graduação, passando por uma avaliação teórica e prática "pronto" virou um profissional qualificado?
Me desculpem os colegas mas agora a situação vai ficar pior.
 
Elisangela Dias da Silva em 21/11/2011 11:22:33
Estou de acordo com as pessoas acima,não vejo motivo para comemoração,o que quer dizer qualificado fzer um curso de 60,80 ou 120 horas?? E minha faculdade de 3 anos e o que eu paguei durante este periodo não valeu de nada,então eu acho que deveria acabar o curso de estetica nas faculdades ,e todos os interessados basta fazer um workshop e abrir um centro de estetica,isto é ridiculo.
 
Esther Barbosa em 21/11/2011 10:45:09
Devemos agradecer a Deus em primeiro lugar por essa grande conquista em nossas vidas...obrigada aquelas que sempre estiveram empenhadas nessa grande luta por todas e hoje essa VITÓRIA chegou...é motivo para muita alegria e comemoração.
Iremos assumir um papel exemplar na area da saúde com diginidade,respeito e muita ética profissional... esteticistas nossa hora chegou!!!
Parabéns.
 
Karine Almeida em 21/11/2011 09:21:34
tinha que ser exigido o diploma dos profissionais ! nao esses cursos que dao so pra ganhar em cima e nao ensina nada ! ai sim teria qualidade
 
giuliano figueiredo em 21/11/2011 02:21:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions