ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Eventos com público só serão liberados se covid continuar em queda

Tendência atual é de queda, mas reunião que vai avaliar a situação ocorrerá só daqui duas semanas

Por Nyelder Rodrigues e Gabriela Couto | 24/07/2021 11:13
oto de show realizado em Campo Grande antes da pandemia. (Foto: Arquivo Campo Grande News)
oto de show realizado em Campo Grande antes da pandemia. (Foto: Arquivo Campo Grande News)

A prefeitura de Campo Grande só deve tomar alguma decisão sobre o retorno de eventos abertos ao público na cidade daqui duas semanas, quando o comitê da covid-19 será reunido para discutir os números da doença no município. Atualmente, todos os índices estão em queda, o que pode permitir uma flexibilização.

"Ainda não tem data [para uma definição]. Vamos aguardar os próximos 15 dias e se continuar nessa linha decrescente os números relativos à covid, o nosso grupo técnico vai se reunir e elaborar algum tipo de flexibilização", explica Marquinhos enquanto visitava escolas em vistoria pré-retorno das aulas presenciais.

Esse mesmo encontro do comitê da covid também deve definir mudanças nas restrições de horário, como a redução do toque de recolher, conforme já revelado ontem pelo prefeito ao Campo Grande News. Atualmente, o toque é válido a partir das 23h.

Os eventos em Campo Grande devem retornar ainda com restrições, como a permissão de entrada apenas dos que já estiverem vacinados. A prova será feita por certificação digital, através de QR Code desenvolvido pela IMTI (Instituto Municipal de Tecnologia da Informação) e usado no cadastro da vacinação.

O "passaporte" poderá ser consultado por qualquer celular que tenha aplicativo leitor de QR Code, o que possibilitará um controle maior da prefeitura e vai inibir tentativas de falsificação do documento que comprova a imunização.

"Estamos ainda em fase de estudo. Ainda faremos muitas reuniões para debater o assunto junto com a Secretária Municipal de Saúde e a Secretaria Municipal Municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana. Não tem urgência e nem pressa", explicou o procurador-geral de Campo Grande, Alexandre Ávalo, em reportagem nessa semana.

A ideia é liberar todos locais e atividades que se enquadrem em eventos, com público que apresentar o cartão vacinal digital. Para ter acesso à carteira virtual, basta entrar no link e fazer o cadastro, clicando aqui.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário