ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SÁBADO  05    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Ex-policial é condenado por desviar R$ 7 mil de fianças por flagrantes

O escrivão fazia plantão na Depac Piratininga e foi demitido em 2019 da Polícia Civil

Por Aline dos Santos | 26/10/2020 11:01
O policial fazia plantão na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga. (Foto: Henrique Kawaminami)
O policial fazia plantão na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga. (Foto: Henrique Kawaminami)

O ex-policial civil Wellington Aparecido Franco Barbosa foi condenado em ação de enriquecimento ilícito por se apropriar de R$ 7.206  das fianças de prisões em flagrantes.

Na sentença, publicada hoje no Diário da Justiça, o juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos de Campo Grande, David de Oliveira Gomes Filho, determinou ressarcimento do dano, pagamento de multa de R$ 3 mil e suspensão dos direitos políticos por oito anos.

O magistrado destaca que, na esfera criminal, o ex-escrivão foi condenado a dois anos de reclusão por peculato.

Segundo a denúncia do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), no ano de 2016, ele apropriou-se de valores relativos à fiança de prisões em flagrante, falsificando as guias de depósito identificado e as autenticações bancárias, além de simular os depósitos dos valores. As fianças foram de R$ 6.199, R$ 127 e R$ 880.

O policial fazia plantão na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga. Nas alegações finais, a defesa do ex-policial apontou a improcedência dos pedidos do Ministério Público Estadual, que não ficou comprovada falsificação das guias de depósito  ou que ele tenha se apropriado da quantia.

Wellington Barbosa foi demitido da Polícia Civil em julho do ano passado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário