ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, TERÇA  16    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Família pede para Polícia não divulgar resultado de laudo da queda de menino

Viviane Oliveira e Nadyenka Castro | 25/11/2011 19:43

A família fez um requerimento solicitando preservação de privacidade

Perito faz foto no local onde o menino caiu, durante investigações, que começaram no dia do acidente. (Foto: João Garrigó)
Perito faz foto no local onde o menino caiu, durante investigações, que começaram no dia do acidente. (Foto: João Garrigó)

A família do menino de 10 anos que caiu do 13ª andar de um prédio na avenida Via Parque, em Campo Grande, no último dia 4, pediu sigilo no inquérito Policial. A informação é do delegado Márcio Custódio da 3ª Delegacia de Polícia Civil.

Segundo ele, a família fez um requerimento solicitando preservação de privacidade. “Foi decretado sigilo do inquérito. Já tem o laudo sobre a queda, mas só será divulgado no final das investigações”, disse o delegado.

O Caso - O menino caiu de uma altura de 40 metros, de uma janela que fica na área de serviço, próxima a um taque. A tela de proteção foi cortada e uma faca usada para fatiar pão foi encontrada próxima. A gaveta onde o utensílio ficava estava aberta.

No momento, só estavam em casa o menino e a irmã, de 13 anos, que relatou estar no banho. A menina contou, logo após a tragédia, que o garoto havia falado anteriormente em se jogar.

No dia do acidente, os policiais fizeram simulações da queda com um boneco. Eles chegaram à conclusão de que a posição mais provável para a queda do garoto, em razão dos ferimentos que sofreu, foi como se tivesse escalado a janela, parado no parapeito, e depois se soltado.

Nos siga no Google Notícias