A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

25/11/2011 19:43

Família pede para Polícia não divulgar resultado de laudo da queda de menino

Viviane Oliveira e Nadyenka Castro

A família fez um requerimento solicitando preservação de privacidade

Perito faz foto no local onde o menino caiu, durante investigações, que começaram no dia do acidente. (Foto: João Garrigó)Perito faz foto no local onde o menino caiu, durante investigações, que começaram no dia do acidente. (Foto: João Garrigó)

A família do menino de 10 anos que caiu do 13ª andar de um prédio na avenida Via Parque, em Campo Grande, no último dia 4, pediu sigilo no inquérito Policial. A informação é do delegado Márcio Custódio da 3ª Delegacia de Polícia Civil.

Segundo ele, a família fez um requerimento solicitando preservação de privacidade. “Foi decretado sigilo do inquérito. Já tem o laudo sobre a queda, mas só será divulgado no final das investigações”, disse o delegado.

O Caso - O menino caiu de uma altura de 40 metros, de uma janela que fica na área de serviço, próxima a um taque. A tela de proteção foi cortada e uma faca usada para fatiar pão foi encontrada próxima. A gaveta onde o utensílio ficava estava aberta.

No momento, só estavam em casa o menino e a irmã, de 13 anos, que relatou estar no banho. A menina contou, logo após a tragédia, que o garoto havia falado anteriormente em se jogar.

No dia do acidente, os policiais fizeram simulações da queda com um boneco. Eles chegaram à conclusão de que a posição mais provável para a queda do garoto, em razão dos ferimentos que sofreu, foi como se tivesse escalado a janela, parado no parapeito, e depois se soltado.



historia mal contada. o menino deve ter presenciado algo que fosse contar pra seus pais. será?
 
sandro silva em 28/02/2012 01:21:34
Não tenho palavras para acalmar o coração dessa mãe , porém confia em Deus e terá suas respostas , força é o que te desejo ...saúde para suportar essa falta . A justiça dos homens será feita em breve .
 
Roseli d aquino em 22/02/2012 01:45:41
Ai tem coisa...Nada me tira da cabeça isso!
 
Isadora Lanes em 26/11/2011 07:25:22
É correto a família pedir privacidade, mas o menino se jogou, não precisa estar
deprimido para suicidar-se.É um ato de vontade de seu próprio arbítrio.E, qdo a
criança é muito "certinha" tem algo errado ! Só uma criança entende outra.
 
antonio carlos de queiroz em 25/11/2011 11:06:22
A família tem todo direito de solicitar privacidade do inquérito que apura o fato.
Entretanto a familia deve entender que este pedido já subentende que o fato ficou na esfera familiar.
 
João Batista Gazzone em 25/11/2011 10:21:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions