A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

20/07/2011 14:50

Família de vereador preso contesta ação da Polícia e provas

Nadyenka Castro e Francisco Júnior

Primo e esposa dizem que policiais foram truculentos

Presos foram levados para a Derf em comboio da Polícia Civil. 40 policiais participaram da operação. (Foto: João Garrigó)Presos foram levados para a Derf em comboio da Polícia Civil. 40 policiais participaram da operação. (Foto: João Garrigó)

Para a esposa do vereador Enio Queiroz (PR), primeiro secretário da Câmara Municipal de Alcinópolis, e para o primo dele, a Polícia Civil agiu de forma truculenta ao fazer a prisão, no início da manhã desta quinta-feira, e também não tem provas do envolvimento dele no assassinato do colega Carlos Antônio Carneiro, ocorrido em outubro do ano passado em Campo Grande.

Rosimeire Mendes da Silva, 35 anos, e Adalton Queiroz, disseram que os policiais não esperaram o portão ser aberto e o arrombaram, entrando na casa onde havia crianças.

Adalton questiona as provas contra Enio e a apreensão do computador dele. “A Polícia não tem provas. Por que apreender agora o computador se o caso já tem quase um ano? Já tinha sido apreendido os chips dos celulares de todos os vereadores”, diz.

Para o empresário, Enio pode ter sido preso por que é da base aliada ao prefeito Manoel Nunes da Silva (PR), também preso nesta quarta-feira suspeito de envolvimento no homicídio.

“Só por que é da base aliada foi preso? Acusações a gente escuta faz tempo”, declara. Segundo o primo do vereador, Enio é amigo pessoal de Manoel Nunes há muitos anos, antes de entrarem para a vida política.

Os dois e ainda o presidente da Câmara, Valter Roniz (PR), Valdeci Lima (PSDB), o comerciante Ademir Luiz Muller e a funcionária da prefeitura Jurdete Marques de Brito, foram presos nesta quarta-feira.

A Polícia Civil quer chegar ao mandante do crime e demais envolvidos na morte de Carlos Carneiro. O pistoleiro que atirou na vítima, Irineu Maciel e o dono da moto em que ele estava, Aparecido Souza Fernandes, foram preso logo após o assassinato.

Dias depois foi para a prisão Valdemir Massan, cunhado de Irineu, que segundo este disse à Polícia, foi quem intermediou a ação entre o mandante e o executor.

Em interrogatório diante do juiz, Irineu deu uma nova versão para o crime. De acordo com ele, o motivo foi vingança porque o vereador o teria humilhado.

A Justiça determinou que Valdemir, Irineu e Aparecido fossem levado a júri popular, mas os acusados recorreram da decisão.

Comboio com presos em Alcinópolis chega à Capital e segue para a Derf
Prefeito e parlamentares da cidade foram presos acusados do assassinato de vereadorOs seis presos acusados do homicídio do vereador Antônio Carneiro...
Prisão de prefeito e vereadores não surpreendeu população de Alcinopólis
A prisão do prefeito de Alcinópolis, Manoel Nunes da Silva (PR), ocorrida na manhã desta quarta-feira (20), pelo envolvimento na morte do vereador Ca...


É uma pena que isto só possa ser feito com vereadores,pois estes não gozam da tal de imunidade parlamentar.O mesmo deveria valer para os demais políticos.
 
Nilson franco de oliveira em 21/07/2011 09:11:29
Parabéns pra nossa policia civil.é isso mesmo ,tem que continuar colocando na cadeia nossos politicos Sul Matogrossensse que compactua com pistolagem e corrupção.É PÉ NA PORTA BARRIGA NO CHÃO E ALGEMA NA MÃO.FALEI.....
 
Marcio da silva em 20/07/2011 10:13:24
Parabéns!! A todos policiais...É isso mesmo q tem q fazer..
Eles os bandidos nao agem assim,,,na calada,na falsidade,pra matar inocentes..Porque os policiais deveria fazer anuncios pra por bandidos atras na grade...
 
Maria José em 20/07/2011 04:46:33
parente rem que defender mesmo., mas no meu ponto de vista a pc. agio certinho em envadir a residencias dos acusados pois esta com mantato de prissão em mãos., e não podia bater palma, e lá de fora da casa dar voz de prissão. ia dar tempo para os réus esconder prova ou ate mesmo fugir pelos fundos das residencias. parabéns policiais voces agiram como manda a lei, não interesa se é politico ou não, parabens mesmo.
 
antonio freitas em 20/07/2011 03:06:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions