ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  20    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Figueira cai, destrói carro e deixa quadra sem energia no Centro

Empresários já contabilizam prejuízos com falta de luz

Por Dayene Paz e Ana Beatriz Rodrigues | 13/10/2021 16:08
Carro foi parcialmente destruído por árvore. (Foto: Paulo Francis)
Carro foi parcialmente destruído por árvore. (Foto: Paulo Francis)

Uma Figueira caiu na região central de Campo Grande, destruiu um carro e acabou deixando uma quadra sem energia elétrica na tarde desta quarta-feira (13). A árvore fica dentro da escola Maria Constança Barros Machado, na Rua Marechal Rondon, e empresários da região já contabilizam os prejuízos com a falta de luz.

Por volta das 13h30 desta quarta, moradores ouviram estalos de madeira e no último, mais alto, foi que houve a queda. Um Corsa Classic, que estava estacionado em frente a escola, foi atingido e destruído.

O dono do Classic, Henrique de Freitas Carvalho, de 34 anos, contou que espera a seguradora, que irá contabilizar o prejuízo. "Eu ja acionei o advogado para ver o que fazer agora vou esperar o parecer do seguro", lamentou o rapaz.

Luciano, dono da empresa de refrigeração. (Foto: Paulo Francis)
Luciano, dono da empresa de refrigeração. (Foto: Paulo Francis)

A empresária Aparecida Maria, de 53 anos, conta que a queda já era esperada pelos moradores e comerciantes da região. "Já imaginávamos que iria acontecer, pois ela é antiga e os galhos muito altos", afirmou a mulher.

A árvore também arrebentou os fios da rede elétrica e deixou uma quadra sem energia. Dona de uma distribuidora de picolés, Aparecida já teme pelo prejuízo. "Posso perder os produtos", disse.

Prejuízo que já foi sentido pelo dono da Matucho refrigeração, empresa que fica em frente a escola. Luciano Lima Cristaldo, de 40 anos, já perdeu R$ 5 mil. "Já perdi R$ 5 mil só nesta tarde, pois não conseguimos atender os clientes no call center, muito menos fazer as manutenções", lamentou.

Os comerciantes já acionaram a Energisa, concessionária responsável pela distribuição de energia elétrica, mas foram informados que não há um prazo para o restabelecimento do serviço.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário