A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

28/06/2011 14:38

Filho de policial que matou servidor será interrogado nesta quinta-feira

Nadyenka Castro

Audiência está marcada para 15h30

 Filho de policial que matou servidor será interrogado nesta quinta-feira

Está marcado para 15h30min desta quinta-feira o interrogatório de Guilherme Henrique Santana de Andrea, que no dia 4 de junho do ano passado matou com um tiro o servidor público e universitário Ítalo Marcelo de Brito Nogueira.

A audiência será presidida pelo juiz Aluízio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri. Depois das declarações do acusado, as partes têm prazo para apresentar as alegações finais e após isso o magistrado decide se o réu irá a júri popular.

Já foram ouvidas testemunhas de acusação e defesa. As primeiras disseram que Guilherme exibia a espingarda de onde saiu o tiro que matou Ítalo e que o pai dele, o policial civil Pedro Wladimir de Andrea, fez disparos no local.

As testemunhas de defesa disseram que Guilherme é um rapaz tranquilo, trabalhador e próximo da família.

Ítalo foi morto por um tiro disparado por Guilherme com a espingarda da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública que estava cautelada ao pai dele.

Segundo depoimento do policial e também relato da esposa dele, ele estava sendo ameaçado de morte e por isso estava com a espingarda.

Os três participavam de uma festa quando houve o disparo, que segundo o autor, foi acidental. Ítalo trabalhava no Detran e era estudante de Direito na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.



E agora josé? vai acabar tudo em pizza ou vai ser julgado como um criminoso que MATOU um inocente? se todo disparo for acidental terá um monte de gente na rua.
 
Letícia Fernandes em 28/06/2011 05:34:33
DEVE SER ENQUADRADO NOS RIGORES DA LEI, ELE E SEU MARGINALZINHO. CADê A JUSTIÇA?
 
Fernanda Fernandes Gaz SANTO AMARO em 28/06/2011 03:55:29
Engraçado como este caso ainda não foi julgado e os envolvidos punidos. O policial estava com uma viatura de uso exclusivo em serviço durante uma festa, efetuou disparos com uma arma curta e o filho pegou a espingarda e efetuou o disparo contra o jovem que foi morto. O policial deve ser punido mais rigorosamente, pois, estava numa festa com um veículo pertencente à secretaria de segurança pública, armado, e por fim deixou que seu filho pegasse a espingarda de grosso calibre sem porte para tal e em local menos apropriado ainda!
Justiça seja feita!
 
Wellington Sampaio em 28/06/2011 03:15:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions