A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

16/08/2018 16:42

Filhote de onça-pintada resgatada em escola recebe alta e vai para o Cras

Animal foi socorrido em pátio de escola rural de Corumbá com metade do peso considerado ideal

Gabriel Neris
Animal estava internado no Hospital Veterinário da UFMS (Foto: Divulgação)Animal estava internado no Hospital Veterinário da UFMS (Foto: Divulgação)

O "Jatobazinho", filhote de onça-pintada resgatado no Pantanal e que estava internado no Hospital Veterinário da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, já recebeu alta. O felino foi encaminhado ao Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) na quarta-feira (15).

A onça foi resgatada na semana passada no pátio da escola rural Jatobazinho, em Corumbá - a 419 km da Capital. A onça tem menos menos de dois anos de idade e deveria pesar 70 quilos, mas chegou ao Cras com metade do peso ideal. "O animal está bastante debilidato, tem comportamento arisco, mas está se alimentando bem", disse a bióloga Nara Teodoro Pontes, coordenadora do Cras.

O felino apareceu no pátio cambaleando, magra e ofegante. Foi socorrida e encaminhada ao Hospital Veterinário da UFMS onde passou por bateria de exames e recebeu os primeiros socorros. Ficou internada durante uma semana e agora se recupera no alojamento do Cras, isolada de outros animais. Segundo o Cras, a onça é alimentada duas vezes ao dia com carne de frango, bovina, peixe, miúdos, vitaminas e antibióticos.

A coordenadora do Cras afirma que serão necessários 15 dias para saber o resultado dos exames, quando então será possível determinar se a onça tem alguma enfermidade ou se estava debilitada por falta de alimentação. Conforme a bióloga, nesta idade o animal anda na companhia da mãe e como foi encontrada sozinha é possível que não tenha tido força para acompanhar o grupo.

A coordenadora informou ainda que o animal ficará isolado e manterá contato mínimo com os humanos. "Isso gera estresse que atrapalha sua recuperação". O Cras ainda conta com outras dez onças, todas pardas. A mais antiga chegou ao hospital há mais de 9 anos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions