ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  20    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Fiscalização vai a 74 locais no último dia de toque de recolher às 22h

Em mais de cinco meses, horário do decreto do toque de recolher mudou nove vezes

Por Guilherme Correia | 01/09/2020 09:26
Agentes da Guarda durante fiscalização noturna (Foto: Divulgação)
Agentes da Guarda durante fiscalização noturna (Foto: Divulgação)

Com último dia de toque de recolher iniciando às 22h em Campo Grande, a "força-tarefa" de fiscalização encontrou 72 pessoas nas ruas da cidade e vistoriou 74 estabelecimentos na noite de ontem (31). Nenhum local teve de ser notificado ou interditado.

A fiscalização para que as pessoas pratiquem isolamento social é composta por equipes da GCM, Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Vigilância Sanitária, Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Gestão Urbana) e Polícia Militar.

Na noite de ontem, a população fez 97 ligações na central da Guarda, por meio do telefone 153, mas apenas 15 eram “denúncias de quarentena”.

Novo horário - Conforme noticiado pelo Campo Grande News, a prefeitura de Campo Grande decidiu reduzir período do toque de recolher a partir de hoje (1º), permitindo circulação de pessoas e funcionamento de estabelecimentos das 23h às 5h do dia seguinte.

O novo horário deve valer por 15 dias, com objetivo de reduzir disseminação da covid-19 na cidade. Em julho, a Defensoria Pública havia movido ação pedindo lockdown na Capital, que motivou que houvesse novo acordo.

Vai e vem - O toque de recolher teve início em 21 de março na Capital, em prevenção à proliferação do novo coronavírus, com horário das 22h às 5h. Em 25 de março, o início mudou para 20h, mas retornou para às 22h até 10 de maio.

Até o fim de maio, o horário mudou para a meia-noite e permaneceu assim até 24 de junho, quando retornou para 22h. Entre 26 de junho até 17 de julho, o horário iniciava às 23h, como está atualmente.

Em 8 de julho, com crescente nos casos da doença em Campo Grande, as medidas foram enrijecidas e a proibição passou a valer a partir de 20h e permaneceu assim até o fim do mês. Em agosto, o início voltou para 21h até o dia 16, quando retornou mais uma vez para 22h. A medida atual, das 23h às 5h, está prevista para até 16 de setembro.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário