A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

22/12/2017 06:53

Flagrado com arma e dinheiro falso, "Playboy da Mansão" continua preso

Ele foi preso ontem com arma irregular, dinheiro falso e ainda anabolizantes, durante operação contra venda de produtos importados ilegais

Marta Ferreira
PF usou caminhão para retirar produtos da casa de empresário, no Carandá Bosque. (Foto: Guilherme Henri)PF usou caminhão para retirar produtos da casa de empresário, no Carandá Bosque. (Foto: Guilherme Henri)

Passou a noite em uma cela da Polícia Federal, em Campo Grande, o empresário Marcel Hernandes Colombo, 30 anos, preso na manhã desta quinta-feira (21) por posse ilegal de arma durante operação conjunta da PF e da Receita Federal que investiga a venda de produtos de origem importada sem pagamento de impostos. Marcel ficou conhecido como "Playboy da Mansão" por dar festas em uma casa de alto padrão e, em abril do ano passado, após ser preso, ele ironizou a situação dizendo que logo estaria solto.

A casa do empresário, onde segundo a polícia funcionaria um clube, foi um dos alvos da Operação Harpócrates, deflagrada em Campo Grande ontem.  A investigação era de descaminho, como é definido o crime de reintrodução no País de produtos importados sem recolher tributos. Mas Marcel acabou preso porque foram encontradas armas, dinheiro falso e anabolizantes. 

Duas viaturas e um caminhão-baú da Polícia Federal e uma equipe da Receita Federal estavam no local durante a açao. Os policiais deixaram o prédio com três sacolas e três malas cheias de equipamentos eletrônicos, roupas de grife e objetos variados.

A operação Harpócrates também vasculhou a empresa R3Imports, que fica em um hotel na avenida Afonso Pena. No local, foram apreendidos R$ 200 mil em produtos, entre eles celulares de última geração e aparelhos de televisão. O dono, o empresário Rodrigo Rodrigues, não foi localizado. 

Conforme a PF divulgou, a Operação deriva de duas investigações, e começou depois de denúncias apontando estranheza no alto padrão de vida dos dois empresários. As ordens de busca e apreensão são da 5ª Vara da Justiça Federal, em Campo Grande, que deve definir se mantém a prisão de Marcel Hernandes Colombo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions