ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 26º

Capital

"Foi traumatizante", diz jovem que jogou bolsa pelo portão ao ser assaltada

Vítima diz que, por medo, ainda não consegue ir até o portão de casa

Por Liniker Ribeiro | 01/08/2021 11:31



Além do prejuízo de aproximadamente R$ 1,5 mil com o aparelho celular roubado, o assalto flagrado por câmera de segurança instalada em trecho da Rua Cotegipe, no Bairro Coophasul, deixou marcas traumatizantes na vida da secretária, de 22 anos, vítima de dois bandidos que estavam em motocicleta.

Além de reprovar na prova prática de trânsito, realizada horas após o crime, a jovem afirma que o ocorrido a fez adquirir medo de sair de casa. "Eu já sou uma pessoa que não sai muito, agora eu não consigo mais nem ir ao portão. Só de lembrar eu fico tremendo", conta a mulher, que não será identificada.

No momento do crime, por volta das 8h28 de sábado (31), a jovem havia acabado de sair de casa e se preparava para pegar ônibus a caminho do Detran. "Eu tinha prova, normalmente minha irmã me leva, mas resolvi pegar ônibus. Estava procurando meu passe e, quando encontrei, peguei ele e o celular na mão. De repente, eles chegaram".

Ao Campo Grande News, a vítima falou ainda sobre a reação que teve ao ser abordada. "A primeira coisa que eu pensei foi jogar minha bolsa. Tentei jogar meu celular também, mas ele me segurou muito forte e acabou pegando o aparelho", lembra.

A jovem também afirma que um dos bandidos a olhou diretamente, porém, o nervosismo a impediu de reparar em detalhes físicos. "Eu não consegui guardar características, mas era uma pessoa que não estava mal vestida".

Apesar de agradecer não ter sofrido ferimentos graves, a jovem afirma ainda sentir dores no corpo devido a forma como foi segurada pelo bandido. Ainda segundo ela, o fato de ter pulado o portão para entrar em casa também provocou leve ferimento em uma das pernas.

"Felizmente, estou com vida, mas é triste a gente trabalhar para conseguir as coisas e acontecer isso", complementa.

O caso - A jovem havia acabado de sair de casa, quando os dois criminosos passaram de moto em frente ao endereço pela primeira vez. Eles viram a vítima mexendo no celular e menos de 1 minuto depois, retornaram pela rua e anunciaram o assalto.

A jovem ainda conseguiu lançar a bolsa para dentro do terreno, evitando perder os documentos e outros pertences, mas o assaltante conseguiu levar um celular avaliada em cerca de R$ 1,5 mil.

Com a divulgação das imagens, a vítima espera que os assaltantes sejam identificados e que a situação sirva de alerta para outras pessoas. "Quero muito que as pessoas tomem cuidado", conclui.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário