A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

08/04/2018 16:59

Fotógrafa reclama de falta de espaço para deficientes na Expogrande

Angel teve a perna direita amputada quando tinha 19 anos em um acidente de trânsito ocorrido há exatamente 5 anos, no dia 7 abril de 2013, na Avenida Mascarenhas de Moraes

Viviane Oliveira e Gabriel Neris
Angel postou foto na rede social e desabafou: deficiente físico e invisível (Foto: reprodução/Instagram)Angel postou foto na rede social e desabafou: deficiente físico e invisível (Foto: reprodução/Instagram)

A fotógrafa e youtuber Angel Campos Magalhaes, 24 anos, teve dificuldades para assistir ao show das cantoras Marília Mendonça e Maiara e Maraisa, na noite de ontem (7), por falta de espaço para deficientes físicos no Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande. No local, é realizada até o dia 15 deste mês a 80ª edição da Expogrande.

Angel teve a perna direita amputada quando tinha 19 anos em um acidente de trânsito ocorrido há exatamente 5 anos, no dia 7 abril de 2013, na Avenida Mascarenhas de Moraes. Ela conta que ficou muito tempo sem ir a shows e ontem resolveu se arriscar, mas ficou decepcionada.

“Fazia uns 7 anos que não vinha em shows. Hoje descobri que a Expogrande não tem área reservada para deficiente físico. Fiquei igual uma louca procurando o espaço e não tem. Ou seja, deficiente é invisível”, lamentou em vídeo postado em rede social.

Segundo a jovem, ficou 2 meses ligando e mandando mensagem para Duts Promoções, responsável pelo show, para saber se teria uma área destinada a deficientes, mas ninguém respondeu. "Em 80 anos não conseguiram garantir acessibilidade. Para ir ao camarote tem que subir uma escada, não tem rampa. Expogrande 80 anos para quem não é deficiente. Se você for, nem vem”, protestou.

Angel contou que foi na pista e perguntou para os seguranças e policiais onde era a área para deficientes físicos, mas ninguém soube dizer. “Fiquei na pista e fui pela lateral até à frente do palco e lá questionei, mais uma vez, uma mulher da organização sobre o espaço reservado. Ela disse que não havia área específica. Uma vergonha ter que passar por isso. Obrigada por me fazer passar por essa experiência, no dia em que completo 5 anos de acidente”, desabafou. 

A assessoria de imprensa da Duts Promoções e Eventos nega a situação relatada pela jovem e garante que o espaço destinado a deficientes físicos fica em frente ao palco.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions