A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/06/2016 08:24

Frio não espanta fiéis e bolo de Santo Antônio atrai centenas de devotos

Viviane Oliveira e Renata Volpe Haddad
O bolo de 20 metros recheados com 502 alianças deve render cerca de 5 mil pedaços. (Foto: Fernando Antunes) O bolo de 20 metros recheados com 502 alianças deve render cerca de 5 mil pedaços. (Foto: Fernando Antunes)
Estudante de enfermagem mostra contente a aliança que encontrou no doce. (Foto: Fernando Antunes) Estudante de enfermagem mostra contente a aliança que encontrou no doce. (Foto: Fernando Antunes)

Mesmo com sensação térmica de 2º graus, o frio não espantou fiéis de todas as regiões da cidade, que foram até o Centro para garantir um pedaço de bolo de Santo Antônio, o doce mais disputado de Campo Grande. Diz a tradição que quem pegar o pedaço de bolo com aliança tem namoro e casamento garantido. São esperadas para hoje mais de 6 mil devotos.

Aos 54 anos, Luzia Marimoto, participa há 20 anos da celebração de Santo Antônio. Ela nunca foi com a intenção de arrumar casamento, mas dessa vez mudou de ideia. “Esse ano vim com a intenção de conseguir um esposo. Vale a pena enfrentar o frio, porque Santo Antônio é abençoado. Tudo que pedi até agora consegui”, conta. Ela era a primeira da fila, mora no Jardim Batistão e chegou no templo às 5h30 para garantir um pedaço de bolo.

A servidora pública, Juliana Maria, 33 anos, conseguiu pegar a aliança no ano passado e no dia seguinte passou a namorar, mas o relacionamento durou apenas 4 meses. Ela era uma das primeiras da fila e levou a colega Elizandra Souza, 31 anos, que já conhecia a tradição, mas nunca havia participado. “Quando Deus abençoa, a união dá certo”, afirmam as amigas.

Separada há 5 anos, Rosimeire Martinez, 50 anos, foi a primeira a achar a aliança no bolo. Ela comprou duas fichas e foi contemplada logo no primeiro pedaço. “Vim com essa intenção e daqui vou para o trabalho”, conta sorridente.

Moradora do Jardim das Nações, a acadêmica de enfermagem Camila Graciela Ferreira, 21 anos, também teve sorte. A mãe insistiu que fosse participar da celebração, a jovem obedeceu e conseguiu encontrar a aliança em um dos setes pedaços que comprou. “Estou muito feliz”.

Rosimeire foi a primeira a encontrar a aliança no bolo recheado de leite condensado, doce de leite e coco. (Foto: Fernando Antunes) Rosimeire foi a primeira a encontrar a aliança no bolo recheado de leite condensado, doce de leite e coco. (Foto: Fernando Antunes)

Apesar de fazer a alegria de quem busca um relacionamento sério, Santo Antônio não é só casamenteiro e realiza outros milagres, explica o padre Odair Costa. Apesar do santo não ter em seus sermões nada específico sobre casamentos, o frade franciscano ficou conhecido porque ajudava mulheres humildes a conseguirem dote e enxoval para o casamento. “Ele era muito simples”. 

No total, são 502 alianças, entre elas um par de ouro, no bolo de 20 metros, que pesa mais de uma tonelada. Para a produção das 198 placas que formaram o bolo, foram utilizados uma média de 2.500 ovos, 90 kg de açúcar, 90 kg de farinha, 200 litros de calda, 300 kg de recheio e 160 litros de chantilly. A produção contou com seis pessoas e começou na segunda-feira (6) e terminou ontem (12). O bolo deve render cerca de 5 mil pedaços com recheios de leite condensado, doce de leite e coco.

Programação - Bem cedinho, às 6h foi realizada uma missa na Paróquia Santo Antônio, que fica na Avenida Calógeras. Logo após a celebração, por volta das 7 horas, o padre Odair Costa abençoou os fiéis e do bolo, que foi distribuído em seguida. Ás 17h acontece a procissão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions