ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Funcionárias de UBS denunciam colega por enviar vídeos se masturbando

O suspeito tem se comportado de maneira bem agressiva na unidade de saúde, dizem mulheres com medo

Ana Beatriz Rodrigues | 05/09/2022 15:00
Fachada da 1ª Delegacia de Polícia Civild de Corumbá, onde o caso foi registrado. (Foto: Polícia Civil) 
Fachada da 1ª Delegacia de Polícia Civild de Corumbá, onde o caso foi registrado. (Foto: Polícia Civil)

No início da tarde desta segunda-feira (5), duas funcionárias de posto de saúde, de 30 e 35 anos, procuraram a Polícia Civil para denunciar um colega de serviço que mandava vídeos e fotos enquanto se masturbava. O caso aconteceu em uma unidade de saúde da cidade de Corumbá, município que fica a 419 km da Capital.

De acordo com o boletim de ocorrência, as vítimas informaram que o suspeito já havia dito em dias anteriores que parentes dele teria invadindo suas redes sociais e estava enviando imagens e vídeos pornográficos dizendo que era ele.

Só que na manhã de hoje (5), uma das vítimas contou para as colegas que recebeu novamente imagens e vídeos do suspeito, entretanto ainda não havia aberto para ver o conteúdo que ele havia mandado, a mulher foi  orientada por uma  médica da unidade a  abrir os vídeos e ver do que se tratava.

Assim que ela abriu a mensagem temporária enviada pelo Instagram, aparecia o suspeito, inclusive ele mostrava o rosto,  na mensagem o homem dizia “E ai puta, vamos sair ou não? que frescura é essa? passa para me pegar aqui amanhã ! vamos sair ! Gata, você me deixa com tesão no serviço, vamos sair?”.

Todas as fotos e vídeos foram anexadas no boletim de ocorrência, e todas as mulheres que receberam mensagem do suspeito compareceram na delegacia fazendo a denúncia de importunação sexual.

As vítimas explicaram que o suspeito tem se comportado de maneira bem agressiva na unidade de saúde, deixando a todas com muito medo, pois ele também faz uso de medicamentos controlados, agora o caso seguem em investigação.

Nos siga no Google Notícias