A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

12/07/2011 16:13

Adolescente diz que assalto a mercado foi o 1º e para comprar maconha

Ângela Kempfer e Viviane Oliveira
O adolescente disse que nunca havia cometido crimes. (Foto: Viviane Oliveira)O adolescente disse que nunca havia cometido crimes. (Foto: Viviane Oliveira)

Uma das principais testemunhas sobre assalto que provocou duas mortes na semana passada no bairro Taveirópolis, adolescente de 17 anos ouvido hoje pela Polícia disse que nunca havia cometido crimes e que a invasão ao Mercado Souza foi o primeira tentativa de roubo dele e para comprar maconha.

O garoto não tem passagem pela Polícia antes do dia 6 de julho, quando tentou o assalto na rua da Pátria, junto de um comparsa, Maycon Higor Aquino Paes, de 18 anos, que morreu ao ser baleado por um cabo da Polícia Militar, que também atingiu e matou o gerente do mercado.

Maycon, só teve um registro policial, em Anastácio, por “pequeno delito”, informa a Polícia.

Como já havia dito ao Ministério Publico Estadual, um dia depois do crime, o adolescente reafirmou que o comparsa não estava armado. Ele garantiu que recebeu de Maycon uma arma sem munição, apenas para ameaçar os funcionários do mercado e disse que o jovem morto não estava armado.

Sobre o contato com o PM que fez os disparos, o adolescente afirmou que o cabo foi o único a atirar e disse que não ouviu em momento algum ele anunciar que era policial. “Ele diz que só ouviu um grito”, relatou o titutal da 6ª Delegacia de Polícia, Valmir Messias de Moura Fé.

O delegado informa que de todas as pessoas ouvidas até agora, entre funcionários e comerciantes da região, ninguém confirma a história de que o PM fazia “bico” como segurança no Mercado Souza, o que é ilegal e chegou a ser suspeita.

Adolescente e mais quatro pessoas são ouvidas nesta tarde em caso do assalto ao mercado
O garoto passou pela imprensa algemado e com uma toca preta escondendo o rostoO adolescente de 17 anos, comparsa do assaltante Maycon Higor Aquino P...
Assaltante foi morto no roubo ao mercado no bairro Taveirópolis
Um assaltante foi morto nesta noite, na troca de tiros durante a tentativa de roubo ao Mercado Souza, na esquina da rua da Pátria com a Nossa Senhora...


É incrivel como um jovem de 17 anos com todo furturo pela frente, chega a um ponto de escolher o pior caminho a se seguir, e que por sinal não foi como ele pensava, prova de que o crime não compensa. A nós resta esperar o que o regime socioeducativo tem a ensinar a ele.
 
Estefanny Gonzaga em 13/07/2011 09:30:09
Nossaaaaaa! Ele quis dizer que foi o primeiro da semana né, e prazer queridinho pois eu sou o "BOZO".
Fala sério! nada que uma bela cintada no lombo desse individuo para curar todas as mazelas....Esse garoto teve a opção em não ir, como tenho dito VAI ESTUDAR e TRABALHAR...agora sai de casa e entra no estabelecimento de um cidadão do bem para roubar o esforço de um dia do trabalho.
Esse MOLEQUE não deveria nem ser ouvido, coloque para trabalhar na cadeia, responda pelos atos cometidos, manda pintar os orgãos públicos...é melhor do que deixar o deliquente solto por aí, o ESTADO tem o dever de recolher e colocar para fazer os reparos em vias públicas, construir hospitais.
A sociedade agradece, e isso sim seria um corretivo bem dado.
 
Suzana Maroli em 13/07/2011 09:10:40
1° assalto kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, eu acredito !!! deve ser mesmo !!
e o senhor marcos pacheco esta com toda a razão !!
 
anderson marcelo em 13/07/2011 07:45:02
Já ganhamos uma merreca, temos que fazer das tripas coração para dar melhorias às nossas familias, mal temos dinheiro para comprar coisas de primeira pros nossos filhos e daí vem esse ladrão, assaltante, marginal dizer que tiramos de nossa casa pra por armas nas mãos deles????? Aí é pra acabar hein. E o finado era conhecido assaltante da região sim, o fato é que pra ser pego, nunca é a primeira vez.
 
joao vilalba em 13/07/2011 06:47:41
Acordem pessoal!!! "testemunha", não!
assaltante, autor de um roubo à mão armada, ladrão, (isso aos 17 anos), ou melhor menor infrator.
"testemunha" do que? do crime praticado por ele?

- do jeito que as coisas vão colocarão a culpa no dono do mercado que não havia fechado.
- no gerente que ficou atrás da linha de tiro, e acabou perdendo a vida.
- no caixa que não passou o dinheiro rápido.
- no policial, que ao agir a um assalto, não se omitiu, (como muitos o fazem), e agora tentam julgar a sua ação.

Será que a familia do gerente esta recebendo o apoio do Estado (esposa, filhos, mãe, irmãos), as verdadeiras testemunhas que ali estavam estão sendo amparada psicologicamente.
 
Adriano Pereira em 12/07/2011 11:45:07
É impressionante como a hipocresia reina na sociedade, esse caso esta sendo mais destacado como o policial que cometeu duplo homicidio do que osbandidos que assaltaram o mercado. Infelizmente, um inocente perdeu a vida, mas isso acontece todos os dias, a bandidagem esta tomando conta e a Justiça é conivente e o governo o maior culpado, que tal se o governo tambem ser responsabilizado por td isso, pois se as leis fossem realmente justas e menos fraternal, os bandidos iriam pensar 2 vezes antes de cometer um delito ou crime, esta muito facil ser bandido e cada vez mais dificil ser honesto. O bandido vai rouba, mata, humilha e nada acontece e ainda tem a justiça para protege los e o Direitos Humanos para defende los. O cidadāo honesto tem q matar leões por dia para tentar sobreviver, pagar altos impostos e ainda conviver com o temor da insegurança, o pior de td é que pagamos o governo para nos dar melhor condiçao de vida e os unicos beneficiados sao os bandidos que nao pagam por nada, comem de graça e ainda recebem salarios por serem bandidos. Agora nao ficarei surpresa se o policial perder o trabalho por estar fazendo "bico" ou nao e ser processado por duplo homicidio e tentativa de homicidio ao bandido que a justiça trata como "garoto" e que tbem deveria ter sido eliminado da face da terra, e qto ao "garoto" é apenas um garoto coitadinho, merece uma segunda, terceira, quarta chance pois ainda tem muitos crimes para cometer, senao encontrar um abençoado para colocar um fim na sua carreira. Isso tudo é Brasil, país das injustiças, propinas, inversao de valores, subornos, marajas, falcatruas, corrupçao etc, so mesmo uma revoluçao para tentar solucionar tds esses problemas, nao vejo outra forma. Fico completamente revoltada com tanta injustiça num país que deveria ser considerado um verdadeiro paraiso, se nao fosse a corja que nele governa.
 
lucy santos em 12/07/2011 11:41:08
ATENÇÃO!
PARA USAR MACONHA.
um roubo e causou duas mortes, (essa é a realidade dessa Droga).
 
Andrea Alves em 12/07/2011 11:19:53
Analisar a ação do Policial é muito superficial, precisamos analisar a ação dos idiotas que elegemos para nos representar e que também são responsáveis pela segurança pública assim como todos nós. Tudo começa nas fronteiras onde entra e sai quem quer. Depois tem a questão dos usuários que muitas vezes querem sair do vício e não existem clinicas de recuperação municipal. Então chego a conclusão que é interessante para alguém toda essa violência. Porque será que ainda não colocaram radares, lombadas eletrônicas e câmeras nos altos da Av. Afonso Pena? Ali também acontecem muitos crimes, principalmente na direção do veículo, então porque os nossos políticos não mexem nessa avenida? Será que é medo dos seus filhos serem flagrados fazendo raxa? Voltando ao caso desse Policial que agiu por necessidade, em que momento da vida esse adolescente começou a usar drogas? Não podemos execrá-lo, nenhum bandido nasce bandido, ele se transforma em bandido e muitas vezes por culpa daqueles bandidos engravatados do congresso nacional.
 
SIDNEI GARCIA DE FREITAS em 12/07/2011 11:12:16
"GAROTO" Um malaco desse. Meu pai trabalha desde os 7 anos e não morreu. Agora esse vagabundo é coitado porque estava assaltando pra comprar maconha. pobrezinho. e a imprensa tentando fazer desse marginal um pobre adolescente perdido. hora faça me o favor ...
 
Gildeon Jesus Muniz em 12/07/2011 11:05:59
Então foi o primeiro asslato do mocinho? Será que o Bandidinho esta arrependido? Deveria estar morto tambem, azarado foi o policial de ter errado o tiro nele.
 
PEDRO PAULO em 12/07/2011 10:48:58
Gente, vamos por os pingos nos "is". Não vamos ver um herói onde não existe.
Concordo que bandido bom é bandido morto, mas daí a fechar os olhos para o fato de um trabalhador inocente ter sido morto pela imperícia, pra não dizer irresponsabilidade de um policial, é demais.
Vamos aos fatos:
1º - A abordagem do policial, atirando para dentro do estabelecimento onde havia outras pessoas além dos bandidos, mostra o seu despreparo;
2º - Está claro que a bala que matou o trabalhador partiu da arma do policial, o que, num primeiro momento, todos negaram;
3 - Mesmo ninguém estando triste pela morte do bandido, preocupa o fato de ter sido plantada uma arma junto ao corpo para induzir à conclusão de que houve troca de tiros. Nas filmagens aparece o policial limpando uma arma, provavelmente a que colocou junto ao bandido. Isso é antigo no procedimento da polícia. Após perceber que atirou em alguem desarmado, é só por uma arma na mão dele Dessa vez, foi um bandido, mas já aconteceu com cidadãos de bem também, em abordagens em que os mesmos foram confundidos com bandidos;
4º - É uma falácia dizer que policias do MS ganham pouco e porisso fazem bico. A PM dos estados de São Paulo e rio de Janeiro, onde a violência cotidiana põe verdadeiramente a vida de polciais em risco, ganham muito menos(a metade) do que ganha a PM do estado do MS. Pesquisem, se quiserem.
 
ricardo griao em 12/07/2011 10:32:58
A táaaa

Foi só para comprar maconha....aí pode.......
Quem deveria ser indiciado por homicídio doloso seria este animal de menor, que infelizmente não foi fazer companhia ao amigo drogado dele que foi para o além.... e este policial tem que ser condecorado pelo ato heróico.
Meus pesames de novo aos familiares do trabalhador morto neste assalto, mas se estes dois maus elementos não tivessem aterrorizando os trabalhadores do mercado assaltado nada disso teria acontecido.
E o pior, de novo o TAL DE MENOR, para os nossos deputados que poderião sugerir a maioridade para crime os 16 anos, pois com esta idade estes delinquentes já são capaz de votar e eleger nossos políticos, entao vai ai uma sugetão, pois como eles falam, enquanto de menor nao dá nada não.
 
julio cesar em 12/07/2011 10:31:50
mas que vergonha se o policial estava fazendo bico ou nao ele fez o que devia ser feito eu sou agente funerario e vivo fazendo bico porque meu salario nao da tenho que fazer bico para sobleviver
 
milton a miguel em 12/07/2011 10:23:32
Um trabalhador perdeu a vida em uma fatalidade, tudo porque os dois vermes queriam fumar uma macoinha... e ainda tem um bando de desocupado que quer levantar a bandeira e legalizar essa maldita droga !!!Se um dos ladrões não tivesse sido morto que sabe eu não seria a próxima vítima, ou você ?
 
george montania em 12/07/2011 10:02:35
Realmente fica provado que a maconha, embora alguns achem que devia ser tolerada, causa um vicio igual ao de qualquer outra droga, e para manter a dependência os usuários são capazes de assaltar ou matar.
 
Luiz Carlos em 12/07/2011 09:19:17
Esse caso é interessante, não sou formado em direito, mas é interessante. Na primeira entrevista o Comandante Geral da PM, só faltou dizer que o Cabo era um exemplo a ser seguido, depois veio com a conversa de bico. Que vamos apurar se o mesmo estava ou não no bico, não faltou que falasse que se fosse bico tinha que ser analisado de um jeito se não fosse bico seria analisado de outra forma. O tempo todo o problema do bico. Isso é uma vergonha. O Estado preocupado com o bico? Pague-se melhor o policial que acaba o bico. O bico é o que menos importa nesse caso, não sou formado em direito, é uma opinião minha, mas creio eu, que o Cabo deveria ser julgado como, acho eu, homicídio culposo, sem intenção de matar o gerente. Já esse jovem, que foi a primeira vez dele, espero que seja a última, deveria ser julgado como homicídio doloso, qualificado e outras coisas mais, pela morte do Gerente e pelo do seu comparsa. Se não fosse a tentativa de roubo, nada disso teria acontecido. No mínimo como co-autor no homicídio dos dois. Não como uma mera tentativa de assalto. Me desculpe os formados em direito, MAS EU ESTOU CANSADO DE PAGAR IMPOSTO PARA VAGABUNDO FICAR LIVRE E SOLTO E EU TRANCADO EM CASA. Quem defende um marginal desse, não o advogado de defesa, e condena o policial é um idiota que não dá valor ao dinheiro dos impostos dele. Não sou a favor da violência, o Cabo errou? Errou, deve ser julgado somente pelo fatalidade do Gerente, já o marginal morto que a responsabilidade caia em cima do menor, pela atitude impensada. Agora todos os policiais e peritos podem ser suspeitos de terem alterado a cena do crime, com o aparecimento de uma arma, pq um jovem inocente, no seu primeiro delito e sem intenção de matar, está querendo se safar. PENA DE MORTE ou PERPÉTUA JÁ!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Rogério Martins em 12/07/2011 09:01:02
Daqui a pouco vou acabar me convencendo de que essa "criança" é inocente já foi dito anteriormente que outro nem era bandido. Deveria ser feita uma enquet para qualificar um cidadão que saí armado como esses inocentes em questão para assaltar ás pessoas, do tipo, na sua opinião quem saí armado para roubar os outros é:
a) trabalhador.
b)estudante.
c)evangélico.
d)gente boa.
ou
e) um pilantra, vagabundo que merecia ter morrido também.
 
Adriano de Oliveira Candido em 12/07/2011 09:00:32
DESDE QUANDO FAZER BICO É CRIME, ELES FAZEM BICO PRA TER UM MELHOR ORÇAMENTO FAMILIAR, JA QUE O SALARIO DA POLICIA NO PAÍS INTEIRO É UMA VERGONHA!!!!!! E COITADINHO DO BANDIDINHO, ERA APENAS O PRIMEIRO DE MUITOS OUTROS QUE AINDA VIRAO.
 
geissy garcia em 12/07/2011 08:39:36
E depois deste trite exemplo, que, aliás, é real, ainda teimam em lutar pela descriminalização da maconha. O que ninguém fala é que, mesmo com a liberalização, a violência não diminuiria, já que os viciados fariam qualquer coisa para terem o dinheiro destinado à manutenção de seus respectivos vícios. Independentemente do STF, não é mais possível a sociedade tolerar a suposta "liberdade de expressão", pois, na verdade, tal liberdade nada mais é do que apologia ao uso de drogas, com o consequente aumento da violência. Se não houver mudança na postura das autoridades, bem como mudanças nas leis, o que sobrará, como consequência disso, será o fato de todo e qualquer cidadão começar a fazer justiça com as próprias mãos, pois não é mais possível suportar tanta opressão vinda da criminalidade.
 
Marcio Fernando em 12/07/2011 08:36:54
O vagabundo foi roubar para comprar maconha, isso acontece porque o maconheiro não trabalha e para suprir seu vício, tem que roubar. Depois aparecem um bando querendo a liberação da maconha. Liberem e vejam quantas tragédias como a do mercado, se repetirão. A maconha é o alicerce da desgraça.
 
Valter Antunes Oliveira em 12/07/2011 08:27:46
SERÁ QUE A PALAVRA DE UM BANDIDINHO FUMADOR DE MACONHA COM MERDA DE CAVALO VAI TER MAIS VALOR DO QUE UM "POLICIAL MILITAR"??????
ESPERO QUE TODOS OS POLICIAIS CIVIS E MILITARES DE MATOGROSSO DO SUL SEJAM MAIS ACREDITADOS E QUE NO MINÍMO NÃO SEJAM COLOCADOS EM SITUAÇÃO DIFÍCIL PERANTE A SOCIEDADE. PARECE QUE O BANDIDO É O POLICIAL.......
NÃO SOU POLICIAL.....MÁS SE FOSSE EU NUNCA MAIS USARIA A FARDA....PORQUE PARECE QUE O "DI MENOR BANDIDINHO, FUMADOR DE MACONHA COM MERDA DE CAVALO" TEM MAIS VALOR.....
 
GILMAR CANDIDO em 12/07/2011 08:21:04
COMO A POPULAÇÃO VAI IDENTIFICAR O ACUSADO, DIGO INDICIADO E DENÚNCIAR OUTROS CRIMES QUE ELE POSSA TER PRATICADO SE ELE NÃO MOSTRA A CARA??????
ELE PODE NÃO TER" PASSAGEM" EM DELEGACIAS, MÁS PODE TER "PASSAGEM " EM VÁRIOS OUTROS MERCADOS, LARES, ÔNIBUS, UNIVERSIDADES, ETC.
E TER COMETIDO CRIMES.....
ESSE É O PROBLEMA DE NÃO MOSTRAR A CARA DOS "DI MENOR".......
MOSTREM A CARA DELE QUE PODERÁ APARECER VÁRIAS DENÚNCIAS CONTRA ELE.
EITA "LEIZINHA" ......"DOS DI MENOR", VOTAR E APRONTAR ELES PODEM, MÁS RESPONDER A ALTURA DOS CRIMES PRÁTICADOS NÃO!!!!
VERGONHAAAAAAAA..........
 
GILMAR CANDIDO em 12/07/2011 08:15:03
ele diz q é o primeiro assalto, ele é bandido, se fosse de bem, estaria procurando o primeiro emprego.
 
Renato Rieff em 12/07/2011 07:23:48
Coitadinho do menor estava com uma arma sem munição, só queria assustar os funcionarios do mercado, ele tb nunca roubou, essa foi a primeira vez... Faça me o favor né esse menores infratores matam por 10,00 reais, e essa que estava sem munição é lorota, tinha que encadrar esse meliante e pronto, voce acha que ele iria dizer que ouviu o o policial dizer que é policia?? claro que nao estava ali pra roubar e pra matar se fosse preciso, se lembram do roubo do mercado maninho, na bandeiras??? PARABENS POLICIAL, o senhor deveria ter matado os dois (Deus me perdoe) mais bandido tem que morrer mesmo. Tenho certeza que tudo dará certo para voce, irá responder apenas pela fatalidade de ter matado um inocente, mais TENHO certeza que jamais seria sua intençao. Que Deus te dê proteção e sabedoria aos seus jugadores, para que dentro da justiça voce possa responder pelo justo.
 
alex souza em 12/07/2011 06:55:42
Coitadinho do bandidinho iniciante....... so foi uminha so...... pena que nao morreu caramba.... VIVA O POLICIAL QUE MATOU O BANDIDÃO
 
Andre Paiva em 12/07/2011 06:54:24
Concordo com o Marcos Pacheco, eu apoio a atitude do policial, pena q o gerente morreu, deveria ter morrido esse outro marginal, bandido bom é bandido morto.
 
Rafael Ihorio em 12/07/2011 05:59:38
Sou policial e ja havia detido e encaminhado a Delegacia, o Maycon, pelo art. 157 (ROUBO) à uma pizzaria da capital. Porem a vitima disse que não tinha total certeza da autoria, porque no momento do assalto o elemento apontava uma arma para a mesma e estava encapuzado,(igual na imagem do mercado), e por falta de provas foi libeirado...
Prestem bem atenção! Nós policiais mal remunerados, arriscamos nossas vidas e de nossas familias, para proteger pessoas de bem. E tirar de circulação as pessoas que vão contra as Leis do Estado. Então não julguem mal uma fatalidade...as pessoas que ali estavam com as piores intenções; Não era o policial...
 
Marcos Pacheco em 12/07/2011 05:27:33
É incrível, quando o ser humano é pego em flagrante a desculpa é sempre a mesma : foi a primeira vez ..... pena que não foi a ultima.
 
Ricardo Lopes em 12/07/2011 05:18:57
É verdade o que o colega falou, se pagassem melhor não seria necessário fazer bico, esse policialsó tentou acabar com o assalto, com certeza não queria atingir um inocente.
 
juliane souza em 12/07/2011 05:07:01
Caraca, agora vão falar que o PM colocou a arma na mão do bandido morto? Isso é incrível, os salários dos policiais é uma vergonha, o "bico" é quase indispensável para quem quer sobreviver, se o cara tava ou não fazendo "bico", é irrelevante, o que importa é que matou mais um BANDIDO, é "assepsia social", quanto mais bandido morto, melhor para a sociedade. Agora o fato de um dos disparos ter atingido um trabalhador honesto, foi realmente uma fatalidade, que deve ser apurada, mas com relação ao "bico", meus amigos, o Governo que tome medidas para coibir a criminalidade e melhorar a segurança, pagando melhor os policiais e fazendo concursos, e aumentando o número de polícia nas ruas, isso evita o "bico" e coloca medo no bandido, pq se o PM tivesse fardado, duvido que tinham começado o assalto, o efetivo sendo grande, e o bandido vendo a PM na rua, trabalhando oficialmente, fardada, duvido que é tão corajoso.
 
Marcos Furtado em 12/07/2011 04:47:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions