A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/04/2015 11:17

Golpista atuou em quatro estados e continua foragido

Filipe Prado

Continua foragido o acusado de aplicar o golpe do programa Minha Casa, Minha Vida em 27 pessoas de Campo Grande e faturando mais de R$ 28 mil com o crime. Cícero Vicente Lescano de Oliveira realizou o esquema em quatro estados brasileiros.

A delegada da 4ª Delegacia de Polícia de Campo Grande, Célia Bezerra da Silva, revelou que Cícero foi visto pela última vez em um hotel de luxo na cidade de Santarém, no Pará, mas atualmente está foragido. Em Campo Grande, não há registros de mais golpes envolvendo o acusado.

Cícero atuou em Cuiabá (MT), Santarém e Fortaleza (CE), além de Campo Grande. “Ele usa o nome de Renato para aplicar os golpes e passa dois telefones, de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul”, apontou a delegada.

Segundo o delegado da 7ª Delegacia de Polícia, Paulo Sá, um pedido de prisão preventiva foi feita no mês passado e esperado a expedição do documento.

A delegada contou que o acusado possui uma grande persuasão, principalmente com as mulheres, já que várias namoradas de Cícero caíram em golpes. "Uma delas ficou com ele em um hotel e ela pagava tudo para ele", contou.

Caso - Cícero se apresentou às vítimas como Renato Vicente. Morando em hotéis, fã de pagode e frequentador das casas noturnas na Capital, ele recorreu ao aplicativo WhatsApp para fazer as vítimas. Ele se apresentou como funcionário e gerente da Caixa Econômica Federal.

Inicialmente, prometeu uma casa para quem encontrasse outras pessoas em um grupo no aplicativo que tivessem o mesmo sonho da casa própria. Na Moreninhas, ele faturou R$ 28 mil com o golpe, sendo que cobrou R$ 4 mil de entrada de cada vítima.

Outras sete pessoas pagaram R$ 3,5 mil (R$ 500 cada) para o estelionatário na esperança de conquistar um apartamento no Residencial Leonel Brizola, na Vila São Pedro, às margens da Avenida Nasri Siufi.

De acordo com a delegada, o golpista abusou da boa fé das pessoas, que eram de baixa renda e humildes, com pouca instrução. Todas pagam aluguel e sonham com a casa própria.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions