A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/05/2014 20:30

Governo libera recursos para incentivar a cultura e MS

Alan Diógenes

A partir de segunda-feira (05.05) produtores culturais poderão se inscrever para captar recursos dos fundos municipais de incentivo a cultura, que neste ano terão incremento de 137% do recurso. Este aumento é reflexo da lei aprovada em dezembro de 2013, que destina 1% do orçamento da Prefeitura às ações culturais.

A Fundação Municipal de Cultura publicou na quinta-feira (24) no Diário Oficial os editais de inscrições para o Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (Fmic), no valor de R$ 3,2 milhões e do Programa Municipal de Fomento ao Teatro (Fomteatro), no valor de R$ 800 mil, totalizando R$ 4 milhões. Ano passado foram destinados aos dois fundos R$ 1.688.000 milhão

As inscrições para os editais estarão abertas de 1° a 30 de maio, mas em função do feriado só poderão ser feitas a partir do dia 5 de maio. Os projetos aprovados para a fase de entrega da documentação obrigatória serão divulgados no dia 25 de junho e o resultado final sairá no dia 14 de julho.

Os recursos do Fmic serão aplicados em onze categorias de projetos: artes cênicas, visuais, audiovisuais, artesanato, folclórica e manifestações da cultura popular, literatura, música, patrimônio cultural, biblioteca, publicações e trabalhos referentes a história de Campo Grande e cursos de formação, especialização e aperfeiçoamento para profissionais da cultura.

Segundo a presidente da Fundac, Juliana Zorzo, este investimento é estratégico porque contempla os produtores culturais e o público, que tem acesso a diferentes vertentes culturais. Ela acredita que com esse aumento de recursos será possível ampliar a quantidade de projetos contemplados. Em 2013 foram 37 projetos beneficiados com recursos do FMIC e 13 do Fomteatro.

O presidente do Fórum Municipal de Cultural, Vitor Samúdio, acredita que o aumento de recurso proporcionará um aumento significativo na produção cultural de Campo Grande. “Nós esperamos que o número de projetos inscritos cresçam com a mesma proporção do recurso”, reflete.

Com o dinheiro repassado, os grupos podem realizar diversas ações, desde a montagem de um projeto, organização de um evento, manutenção do grupo, entre outras. “Ter um projeto aprovado nos permite colocar nossas ideias em prática”, salienta Samúdio, integrante do Mercado Cênico, que obteve recurso do Fomteatro ano passado.

Governo abre espaço para empresas atuarem em pesquisa ambiental
O Estado, por meio da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect) e do Instituto d...
Cacoete e ideologia do governo que precisa sair
Este artigo não tem foco sobre a corrupção na Petrobras, anunciada na mídia, mas exibe as quantas andam as criações de impostos e os inexplicáveis su...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions