A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/10/2015 12:42

Greve completa uma semana e médicos vão à Justiça contra Santa Casa

Aline dos Santos
Médicos prestadores de serviço suspenderam atendimentos no hospital.  (Foto: Marcos Ermínio)Médicos prestadores de serviço suspenderam atendimentos no hospital. (Foto: Marcos Ermínio)

Em greve há uma semana, médicos acionaram a Justiça do Trabalho contra a Santa Casa de Campo Grande. Os profissionais, que atuam como autônomos e pessoa jurídica, não receberam pagamento relativo ao mês de setembro. Desde o dia 22 de outubro, conforme a assessoria de imprensa do hospital, foram cancelados 807 atendimentos ambulatoriais e 64 cirurgias eletivas. 

De acordo com o presidente da Asmec (Associação dos Médicos da Santa Casa), Carlos Idelmar de Campos Barbosa, foram ajuizadas duas ações:  uma para requerer pagamento por meio do bloqueio de valores e a segunda para que os profissionais tenham acesso a documentos.

“Não temos dados para contestar. São apenas informações verbais. Queremos saber se de fato a prefeitura transferiu o dinheiro, para onde foi destinado. Para não ficar eternamente nesse currículo vicioso de não pagar”, afirma.

Conforme Carlos Barbosa, a greve prossegue por tempo indeterminado. “Vamos continuar parados até receber”, diz. O movimento não afeta os atendimentos de urgência e emergência. 

Segundo a direção do hospital, o débito com os profissionais é de R$ 3,4 milhões. Na útilma sexta-feira, durante entrevista coletiva, o diretor-presidente da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), Wilson Teslenco, afirmou que a solução depende do pagamento da prefeitura da Capital, que deve R$ 13,4 milhões ao hospital. Por meio de nota divulgada no dia 22, o Poder Executivo informou que a dívida passa por auditoria.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions