A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/08/2014 10:47

Guarda Municipal e Defesa Civil mudam de endereço em 15 dias

Kleber Clajus
Prédio anunciado pelo prefeito será alugado por R$ 20 mil (Foto: Marcos Ermínio)Prédio anunciado pelo prefeito será alugado por R$ 20 mil (Foto: Marcos Ermínio)

A Guarda Municipal e Defesa Civil de Campo Grande devem mudar para prédio alugado, na Avenida Costa e Silva, em 15 dias. O anúncio foi feito pelo prefeito Gilmar Olarte, nesta sexta-feira (8), durante evento no Conselho Tutelar Sul.

“Estamos preparando um lugar para a Guarda ao lado do antigo Atacadão”, afirmou Olarte, ressaltando que o local deve passar por adequações.

De acordo com coordenador-geral de segurança pública municipal, comandante Jhonnys Cabrera, dentro de 15 dias a nova estrutura, que passa por ajustes sobre aluguel de R$ 20 mil, estará operando. No local também deverá funcionar um centro de formação para os 1350 guardas municipais.

Ainda neste mês, a corporação terá inauguração de quatro bases de atendimento nas regiões do Ananduizinho, Lagoa , Bandeira e Imbirussu. Os guardas ainda receberão, até 16 de agosto, reforço de 14 motocicletas Honda XRE, adquiridas por R$ 252 mil, para ronda e patrulha escolar, bem como suporte a agentes de trânsito na Capital.

Mudança para secretaria – O prefeito ainda tem por meta transformar a Guarda Municipal em Secretaria Municipal de Defesa Social e Combate às Drogas, desmembrando também a Agetran (Agência Municipal de Trânsito) da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação).

Johnys Cabrera ressalta que não haverá aumento significativo nos custos de operação com a medida. Isso porque não se pretende realizar novas contratações, além de já se ter previsto no orçamento para o próximo ano R$ 53 milhões destinados as operações da corporação.

Em termos operacionais, o comandante também esclarece que as “funções são distintas e não tem como se misturar as atividades fim”. Dessa forma, guardas municipais não atuariam como agentes de trânsito, mesmo 40 deles tendo recebido capacitação para auxiliar nesse sentido.

O caso ainda deve ser debatido em audiência pública, já solicitada à Câmara Municipal, uma vez que projeto de lei deve prever tais alterações.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions