A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

13/12/2014 09:25

Guardas são retirados de terminais e violência volta a preocupar usuários

Alan Diógenes e Edivaldo Bitencourt
Sem a presença dos guardas municipais, usuários reclamam da falta de segurança. (Foto: Alcides Neto)Sem a presença dos guardas municipais, usuários reclamam da falta de segurança. (Foto: Alcides Neto)

Onze meses depois, a Guarda Municipal deixou de fazer a segurança dos terminais de transbordo do transporte coletivo urbano de Campo Grande. Neste mês, os pontos voltaram a ficar sem os agentes patrimoniais. No Terminal Aero Rancho, um homem invadiu o local, rendeu funcionários e roubou R$ 850 e telefones celulares. 

Usuários dos ônibus estão preocupados com a falta de segurança e revoltados com a medida, que teria sido adotada após a transformação da Guarda Municipal em Secretaria Municipal de Segurança Pública.

A professora Aparecida Sales, 42 anos, que precisa utilizar o transporte público todos os dias para ao ir ao trabalho, não gostou da falta de segurança. Ela falou que a decisão deixou a população vulnerável à criminalidade. “Eles tinham era quem por mais gente para fazer a segurança e não retirar. O fato vai contribuir para que a violência cresça. A gente paga os impostos para ter isso em troca”, comentou.

Aparecida espera o ônibus no Terminal Guaicurus, que voltou a ficar sem guardas. O moto-entregador Cleiton Castro de Souza, 22, que também aguardava a condução no terminal, não concordou com a medida tomada pela gestão municipal, que para ele foi um “erro”.

“Vai aumentar a onda de furtos e roubos nos terminas. Isso já tinha acabado quando os guardas estavam dentro dos terminais. Eles colocam um monte guardas na área central e esquece dos bairros, da periferia”, explicou Cleiton.

Nesta semana um homem armado invadiu o Terminal Aero Rancho, na Avenida Marechal Deodoro, rendeu dois funcionários da empresa responsável pela distribuição de passes, e fugiu com dois celulares e R$ 850 do guichê de vendas. A sensação de insegurança por lá é grande entre os usuários.

Aparecida acredita que decisão vai contribuir para o aumento da violência. (Foto: Alcides Neto)Aparecida acredita que decisão vai contribuir para o aumento da violência. (Foto: Alcides Neto)

A aposentada Eva Corrêia, 66, por exemplo, evita andar de ônibus após as 18h. Ela conta que os ladões aproveitam o período noturno para praticar crimes nos terminais. "Eles estão roubando na entrada do terminal. Não consigo mais me sentir a vontade, mas fazer o quê, preciso do ônibus", mencionou.

A auxiliar de balconista Jackeline Rodrigues, 32, compartilhou da mesma opinião. "Só eles que podem nos ajudar e eles mesmo tiram nossa segurança. A gente já fica insegura dentro dos ônibus, com medo de assalto, agora até em terminais, onde nos sentíamos seguros", finalizou.

Os guardas assumiram a segurança dos terminais em janeiro deste ano, após os locais ficarem abandonados por vários meses. A decisão foi anunciada pelo então presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Jean Saliba, que definiu a segurança como uma das prioridades da pasta. 

Mas houve troca de comando da agência no dia 3 deste mês e quem assumiu o cargo foi a ex-diretora de Habilitação e Educação de Trânsito do Detran/MS, Elizabeth Felix da Silva Carvalho.

Ontem, ao ser questionada sobre a falta de segurança nos terminais, ela destacou que o assunto é de competência da Secretaria Municipal de Segurança Pública, que foi procurada, mas não retornou às ligações do Campo Grande News

Com medo, usuário teme que onda se furtos e roubos tome conta dos terminais. (Foto: Alcides Neto)Com medo, usuário teme que onda se furtos e roubos tome conta dos terminais. (Foto: Alcides Neto)
Homem é baleado nas costas enquanto caminhava na 14 de Julho
Jovem de 23 anos foi baleado nas costas enquanto caminhava na Rua 14 de Julho, no Bairro Cabreúva, em Campo Grande. Hugo Vinícius Crisanto de Lima fo...
Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions