A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

11/09/2013 18:35

Guardas vão fazer curso e em 2014 devem andar armados na Capital

Lidiane Kober e Edivaldo Bitencourt

Decretos, publicados na edição desta quarta-feira (11) do Diário Oficial, regulamentam o uso de armas pelos guardas municipais e criam centro de ensino para capacitá-los. A previsão do comando da categoria é que, a partir de 2014, pelo menos 160 dos 1,3 mil profissionais conquistem porte de arma para usar os equipamentos em Campo Grande.

Em maio, a Câmara Municipal aprovou lei permitindo aos guardas o uso de armamentos letais. Em 23 de agosto, o Ministério da Justiça anunciou projeto para capacitar os profissionais e a prefeitura se apressou em regulamentar a lei a fim de abocanhar os recursos federais.

“O ministério liberou de R$ 100 mil a R$ 700 mil para a capacitação psicológica, teórica e prática dos guardas”, detalhou o comandante da corporação, coronel bombeiro Jonys Cabrera Lopes. Neste sentido, ele já fez orçamento com empresas do setor para passar, no próximo dia 13, pelo crivo da União.

No total, cada profissional passará por 80 horas/aula, em contrapartida o município precisa instalar centro de ensino. “Até o final do ano, esperamos concluir o curso”, disse Jonys. Depois, os guardas dependerão da liberação do porte de arma por parte da Polícia Federal.

Obstáculo – Questionado sobre a verba para aquisição do armamento, o comandante da corporação frisou que o orçamento de 2014 da prefeitura não prevê recursos para comprar os equipamentos. “Será necessária uma suplementação, mas acredito que ainda no próximo ano os guardas estarão armados”, afirmou.

Ele, no entanto, explicou que apenas cerca de 160 dos 1,3 mil profissionais ganharão a habilitação. “Hoje também foi publicado decreto para mapear as áreas de risco. Com base no levantamento, vamos definir onde há necessidade das armas”, frisou.

Dos 350 postos de atuação, Jonys acredita que, por exemplo, em escolas e postos de saúde não será preciso dar armas aos guardas. “O equipamento será, principalmente, para garantir a segurança de profissionais que atuam em lugares ermos”, comentou.

O decreto prevê a liberação do uso de pistolas calibre 380 e de revólver calibre 38. “Também teremos armas não letais, como de choque”, acrescentou. De dois em dois anos, os guardas precisarão passar por novo teste psicológico para seguir armados.

Ainda de acordo com o texto, o equipamento será recolhido em caso de licença para tratar de assuntos particulares, afastamento superior a 30 dias por motivos de saúde ou no caso de o guarda se envolver em infração grave resultado do uso de arma de fogo com vítima.

Prefeitura abre 41 sindicâncias para apurar falta de guardas municipais
A Guarda Municipal de Campo Grande instaurou, conforme publicação nesta terça-feira no Diário Oficial do Município (Diogrande), 41 sindicâncias admin...
Câmara de Vereadores aprova porte de arma para os guardas municipais
Os vereadores aprovaram, na sessão desta terça-feira, em segunda discussão, o projeto de lei que dá aos guardas municipais o porte de arma. Na prátic...


Guarda pode e deve sim fazer abordagens no entorno dos órgãos públicos e vias publicas e dizer o que o sr Marcelo Mendes disse éÉ tolice pois todos que estiverem ajudando na segurança publica é bem vindo , e cidadão que não deve não deve temer procedimento de abordagens é para averiguar se o cidadão está ou não de posse de algo que o incrimine pois não vi nenhum cidadão de bem ser penalizado por isso e a guarda esta totalmente treinada para tal procedimento e se algum guarda não fez, o procedimento correto procure o comando da guarda para fazer sua reclamação e assim coibir possíveis erros .
 
marcos urbanek em 13/09/2013 12:46:11
TSC TSC TSC
sou Guarda Municipal lotado em escola de periferia,
então pelo que estou lendo, ainda vou continuar me trancando,
eu e minha moto na sala dos professores.
Pois se eu faço a segurança da escola, QUEM ENTÃO FAZ A MINHA???
 
Emerson Rodrigues em 12/09/2013 21:41:57
Marcelo Mendes, nunca ouvi tanta bobagem..........aperta f5 meu querido, vc esta muito mas muito desatualizado. Temos no estado uma Guarda Municipal que nos espelhamos nela e temos pretensão de no mínimo se igualar a ela, estou falando da GM de Dourados se vc saber como eles trabalham vc vai ficar muito surpreso. Se atualiza primeiro, evite falar bobagens como essa pois vc pode acabar influenciando pessoas a pensar de forma errônea tbm.
 
Fatima Hamad em 12/09/2013 18:10:11
Caro Marcelo Mendes estude Código Tributário Nacional, pra falar de poder de policia. Poder de policia é discricionário do estado, digo estado em minusculo pois é discricionário para a União, Estados e Municípios. Vou te explicar ta, estamos conseguindo o pode de policia administrativo, onde podemos fazer auto de infração, controlar o trafego de veículos nas repartições públicas e até zelar pela integridade dos nossos filhos com prevenção, digo prevenção antes crime, e não repressão pós crime, onde instituições só chegam tarde, pois se tivesse em rondas preventivas não aconteceria. Pós crime caro já é caso de policia judiciaria. Não fazemos parte da secretaria estadual de segurança pública claro e obvio, pois somos de esfera MUNICIPAL, Abraço e fique com Deus.
 
fabio augusto em 12/09/2013 16:31:23
Bom antes dos vereadores aprovarem o armamento e o prefeito publicar no diario oficial,foi estudado conforme manda cf a lei do desarmamento,então vamos contar com uma força auxiliar para a segurança publica.
 
joao batista em 12/09/2013 13:31:28
Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos:
§ 8º - Os Municípios poderão constituir guardas municipais destinadas à proteção de seus bens, serviços e instalações, conforme dispuser a
§ 1o Serão cadastradas no SINARM:

I - as armas de fogo institucionais, constantes de registros próprios:

a) da Polícia Federal;

b) da Polícia Rodoviária Federal;

c) das Polícias Civis;

d) dos órgãos policiais da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, referidos nos arts. 51, inciso IV, e 52, inciso XIII da Constituição;

e) dos integrantes do quadro efetivo dos agentes e guardas prisionais, dos integrantes das escoltas de presos e das Guardas Portuárias;

f) das Guardas Municipais; e
 
joao batista em 12/09/2013 13:26:46
Se sem porte de arma, guarda municipal é suspeito de matar delegado, imagina se todos eles estiverem armados!!! Vai dar pano pra manga.
 
Anita Ramos em 12/09/2013 08:48:27
Não esqueçam de colocar essa galera nas escolas... Os jovens estão se matando.
 
Frank William em 12/09/2013 08:27:47
Não vejo isso com bons olhos.
 
Raul Guenka Alves em 12/09/2013 08:20:14
sou totalmente a favor o uso de armas por guardas isso aumenta nossa sensação de segurança, espero que isto nao fique so no papel e que os armem o mais rapido possivel.
 
fernando alves em 12/09/2013 02:13:33
é injusto armar somente uma parcela da guarda. é muito subjetivo dizer q determinado posto não há necessidade de armar os guardas q ali estão,situações adversas podem acontecer em qualquer lugar.
 
wanderson cosmo em 11/09/2013 23:18:14
o equipamento será recolhido em caso de o guarda se envolver em infração grave resultado do uso de arma de fogo com vítima. ou seja vamos ti dar a arma mas não é pra vcs matarem nenhum bandido senão nós tomamos a arma isso é palhaçada se não poder usar pra que dar a arma então ?? pro bandido ver q o guarda ta armado e atirar nele ?? emm brasilzao largado pras traças
 
wagner pedro em 11/09/2013 21:43:02
Somente alguns GM's vão andar armados e outros não? Isso não está correto! Os GM's devidamente capacitados devem portar seu armamento em todo o horário de trabalho e em qualquer repartição que atuem, afinal devem zelar pela segurança do patrimônio público e principalmente pela incolumidade física dos servidores municipais que estejam em exercício nos respectivos órgãos.
 
Paulo Alfredo Ocampos em 11/09/2013 19:39:08
A CONSTITUIÇÃO FEDERAL é clara...
AS guardas municipais estão desinformadas em relação as suas ações.
Um guarda municipal não deve efetuar abordagens as pessoas,cerceando seu direito de ir,vir e permanecer...
FLAGRANTE DELITO,esta é a única justificativa de uma ação por parte deles. Uma ação prevista para qualquer cidadão,que pode efetuar essa prisão.
Poder de Polícia é outra questão que não existe previsão legal para esses agentes municipais.
Ou seja,as pessoas que sentirem seus direitos violados a partir das ações desses guardas,devem imediatamente acionar a justiça e a verdadeira POLÍCIA.
Pq nem fazem parte da SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA.
 
Marcelo mendes em 11/09/2013 19:29:26
Parabéns! O desarmamento nunca funcionou em lugar algum do mundo, apenas na Alemanha nazista de Hitler e na URSS (comunista) de Stalin. O desarmamento civil tem apenas um proposito: Enfraquecer o povo para que não se rebelem contra o governo. Aqui, pelo menos os guardas poderão ter armas, parabéns.
 
Leonardo Vicente Pereira em 11/09/2013 19:03:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions