A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

13/06/2012 18:54

Base Aérea recebe helicópteros com muita história para contar

Mariana Lopes

Desde a manhã de hoje (13), o pátio da unidade militar está repleto de aeronaves de esquadrões de todo o Brasil para o II Torneio da Aviação de Asas Rotativas.

Helicópteros americanos Blackhawk (Falcão Negro), do esquadrão Hárpia, de Manaus (Fotos: Minamar Júnior)Helicópteros americanos Blackhawk (Falcão Negro), do esquadrão Hárpia, de Manaus (Fotos: Minamar Júnior)

Desde a manhã de hoje (13), o pátio da Base Aérea de Campo Grande está repleto de aeronaves de esquadrões de todo o Brasil para o II Torneio da Aviação de Asas Rotativas. São aviões e helicópteros que atuaram em importantes missões no País e no mundo, e que tiveram repercussão internacional.

Os helicópteros americanos Blackhawk (Falcão Negro), do esquadrão Hárpia, vieram de Manaus, e já atuaram, por exemplo, no resgate às vítimas do acidente do boeing da Gol 1907, em 2006, e no do Air France 447, em 2009. Auxiliaram também no resgate às vítimas da enchente do Rio de Janeiro, no ano passado, e no terremoto do Chile, em 2010.

Tentando não se perder entre um fuso horário e outro, o piloto que trouxe uma das duas aeronaves Blackhawk, o tenente Ailson Andrade, conta que a tripulação saiu de Manaus ontem, às 6h30. Pararam em Itaituba, no Pará, às 9h40 e de lá levantaram voo às 10h30. Em mais três horas no céu, a tripulação pousou na reserva da Força Aérea em Cachimbo, ainda no Pará, às 13h30, de onde partiram às 14h.

No fuso diferente ao de Brasília, o esquadrão Harpia pousa em Sinop às 14h20 e decola novamente ás 15h. A penúltima parada foi em Cuiabá, às 17h30, onde a tripulação pernoitou. Na manhã de hoje, às 7h, as aeronaves seguiram ao destino final, Campo Grande, aonde chegaram às 10h.

A Blackhawk mais nova no Brasil, e que participa do torneio na Capital, chegou ao espaço aéreo brasileiro no dia 21 de abril deste ano. “Não tem nem 150 horas de voo, o que é muito pouco para uma aeronave deste porte”, comenta o tenente Ailson.

Este modelo de aeronave, segundo o tenente, é específico para resgates em guerras. “Fazemos sempre treinamento como se estivéssemos atuando”, conta, destacando que o Blackhawk, apesar de ser bimotor, tem capacidade de voar com apenas um deles funcionando, em casos de emergência.

Tenente Ailson Andrade, piloto do BlackhawkTenente Ailson Andrade, piloto do Blackhawk

Outra aeronave que promete ganhou a atenção dos visitantes da Base Aérea neste final de semana, é o helicóptero russo AH-2, do esquadrão Poti. Cheio de dispositivos e armas poderosas, a aeronave é própria para atuar de ataque em guerras.

Sem poder falar muito, por causa do sigilo exigido pela Força Aérea Brasileira, até mesmo por questões de segurança, o tenente José Adriano Hespanhol aponta apenas duas especificações da AH-2. “Ela tem foguetes e mísseis na asa, e canhão móvel, calibre 23mm, na parte frontal”, conta o tenente, que trouxe o helicóptero, o único deste modelo que veio para o torneio, de Porto Velho, em Rondônia.

No Brasil há apenas seis deste modelo, e outros três devem chegar ao País em agosto deste ano. A mesma aeronave que está em Campo Grande já atuou na Operação Ágata e atuará no Rio +20.

Atividades da Base Aérea - Desde o dia 27 de maio, a Base Aérea de Campo Grande está com bastantes atividades. No mês passado começou a Operação Centauro e Leão Vermelho, com aviões de caça A-1. São cerca de 130 militares que treinam técnicas de ataque e formação de novos pilotos.

Helicóptero russo AH-2, do esquadrão Poti, de Porto VelhoHelicóptero russo AH-2, do esquadrão Poti, de Porto Velho

Já o II Torneio da Aviação de Asas Rotativas, que começa amanhã e vai até o dia 20 de junho, além dos Blackhawk e AH-2, serão utilizados os helicópteros Super Puma, aeronave de grande porte, Esquilos e H-1H, com esquadrões do Brasil todo.

A competição conta com provas de tiro aéreo, navegação a baixa altura, tiro de combate, cabo de guerra, corrida rústica, fuga e evasão, além de uma prova intelectual.

E no próximo final de semana, nos dias 16 e 17, a Base Aérea recebe a população no tradicional evento Portões Abertos. No sábado de manhã, a atração será a Esquadrilha da Fumaça. Na ocasião, os helicópteros estarão à mostra para os visitantes.

Quem levar um quilo de alimento não perecível ganha cupom para concorrer ao sorteio de um voo panorâmico. Cada quilo doado dá direito a um cupom. Todo o alimento arrecadado será revertido para instituições assistenciais de Campo Grande. Os portões serão abertos das 8h às 17h no sábado; e das 9h às 17h no domingo.

Na tarde de hoje, algumas aeronaves ainda chegavam e outras se preparavam para o torneioNa tarde de hoje, algumas aeronaves ainda chegavam e outras se preparavam para o torneio


saudades do esquadrao poti e saudaes mais ainda de um piloto baita especial e competente. jesus continue protegendo a todos.
 
maria clara lencastre em 17/09/2012 10:36:50
Sempre tem que ter um chato pra reclamar né Letícia?
 
Fabiana Paiva de Matos em 16/06/2012 10:13:10
Esse e o barulho da nossa SOBERANIA.
 
Luciano Rosa em 14/06/2012 12:00:05
Uma pergunta: e quando irá párar esse barulho ensurdecedor dos caças??? Já está ficando chato e insuportável!!
 
Leticia alves em 14/06/2012 11:20:35
Esses helicopteros são show de bola, más já são tecnologia de décadas atrás. Esses Americanos vivem mandando o que já são obsoletos para eles para outros países. Só para se ter um exemplo os caras já tem um navio invisível a radares. Mas mesmo assim vou lá para ve-los.
 
jose carlos em 14/06/2012 09:04:24
deve ser pura adrenalina um voo panorâmico!! E a ideia dos cupons em troca de doações foi muito legal.
 
Audiene Silva em 14/06/2012 05:15:16
Queria poder ganhar este presente voar pelos ceus ve tudo la de cima sempre tentei mas nunca consegui ficaria muito realisado se fosse sorteado vou la tentar vou levar bastante coisa para ser sorteado deve ser pura drenalina
 
dyego nogueira em 13/06/2012 10:38:29
É muito bom ver toda essa movimentação de uma de nossas forças armadas, pelo menos ai sabemos que os nossos impostos estão sendo bem utilizados!!
 
Eduardo Cesar em 13/06/2012 10:09:27
É nossa Força Aérea em constante treinamento,para nossa segurança.
 
Denis Luz Lara em 13/06/2012 10:07:56
Parabéns ao Exército brasileiro que demonstra ter capacidade tecnológica e humana para defender nossas fronteiras. Fico triste por um detalhe: apesar de se tratar de aeronaves brasileiras, ao menos nas imagens acima não visualizei nossa bandeira. Se fosse norte-americana teria em todos os lugares. Precisamos usar mais nossos símbolos. A bandeira do Brasil não é apenas para as copas do mundo.
 
frans kafka em 13/06/2012 09:27:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions