A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

21/11/2015 18:48

Homem atravessa a cidade para se entregar e diz que matou por mulher

Flávio Paes/Mariana Rodrigues
Perícia esteve no local por volta das 16 horas para remover o corpo da vítima (Foto:Fernando Antunes)Perícia esteve no local por volta das 16 horas para remover o corpo da vítima (Foto:Fernando Antunes)

Foi preso em flagrante e atuado por homicídio doloso e furto , Arthur Neto, 35 anos, morador num barraco na rua Ferreira Viana no Jardim Noroeste,que atravessou a cidade, se apresentou no pelotão da Polícia Militar na Coophatrabalho.

Aos policiais ele  confessou ter matado a facadas e golpes de barra de ferro, um rapaz de aproximadamente 30 anos, identificado por ele  apenas como Elias, com quem teria passado a noite junto com a mulher (do suspeito) consumindo drogas.

Artur contou à Polícia que matou o rapaz porque desconfiou que ele estivesse interessado na sua mulher. O crime aconteceu por volta das 10 horas da manhã deste sábado e embora hajam barracos na vizinhança, ninguém desconfiou de nada. Um cunhado do suspeito resolveu entrar no barraco, quando se deparou com o corpo de Elias.

Conforme a versão apresentada pelo assassino confesso, inicialmente ele agrediu Elias com uma barra de ferro, mas como o rapaz  ainda sobreviveu, resolveu (conforme explicou aos policiais) pôr fim ao sofrimento dele o atingindo com vários golpes de faca nas costas e no tórax.

Consumado o crime,  Arthur pegou o dinheiro que a vítima tinha na carteira (R$ 400,00), comprou um celular e pagou o mototáxi que o levou até o Coophatrabalho, o bairro onde tem alguns conhecidos. Lá foi até o posto policial onde se entregou. De acordo  o delegado que atendeu a ocorrência, Messias Pires, vizinhos informaram que o barraco onde Artur morava com a mulher (que não foi localizada) é conhecido ponto de consumo e venda de drogas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions