A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

24/11/2013 09:30

Homem e esposa, grávida de 6 meses, são presos por sequestro de 3 pessoas

Bruno Chaves
Casal disse que não sabia do sequestro, mas homem voltou para ajudar comparsa em cativeiro (Foto: João Garrigó)Casal disse que não sabia do sequestro, mas homem voltou para ajudar comparsa em cativeiro (Foto: João Garrigó)

O casal Lucio Caldeira de Souza, 30 anos, e Michele Dourado Ferreira, 30, grávida de seis meses, foi preso na noite de ontem (23), acusado de participar do sequestro de três pessoas na saída para Três Lagoas, em Campo Grande. A ação contou com a ajuda de dois homens identificados como Alexandre e Alemão, ambos foragidos. 

De acordo com o registro policial, o objetivo do sequestro era o roubo de um carro que foi levado para o Paraguai e vendido por R$ 5 mil. Toda a ação teve início por volta das 15h30 de sábado, quando Lucio e Michele, acompanhados dos dois homens, estacionaram um Escort na BR-262 e levantaram o capô do veículo, simulando uma pane.

Minutos depois, o bando faria a primeira vítima do sequestro. O dono de um Fiat Strada parou para ajudar o casal e foi rendido pelos dois comparsas. Alexandre arrastou a vítima para um cativeiro, que fica em uma estrada vicinal da região. Alemão pegou o veículo e seguiu para o Paraguai. Lúcio e Michele seguiram caminho.

Por volta de 18h, um casal de idosos colhia guaviras próximo ao cativeiro e também foi rendido por Alexandre. No entanto, o assaltante foi surpreendido pelo homem, que resistiu ao sequestro. A vítima tirou o revólver de Alexandre e deu algumas coronhadas na cabeça dele. Após a luta, o casal libertou o dono do Strada do cativeiro e os três fugiram. A Polícia foi avisada em seguida.

A ocorrência foi atendida por militares da Rotac (Rondas Táticas e Ações de Choque), do Batalhão de Polícia de Choque.

Por volta das 21h, frentistas do posto de gasolina Norte Sul, que fica no cruzamento das avenidas Ernesto Geisel e Manoel da Costa Lima, ligaram para a polícia afirmando que um casal abandou um Ford Escort idêntico ao utilizado no sequestro no local e saiu de táxi.

Carro utilizado como isca para abordar vítima de sequestro (Foto: João Garrigó)Carro utilizado como "isca" para abordar vítima de sequestro (Foto: João Garrigó)
Lucio não quis mostrar o rosto e disse que os dois comparsas pediram carona (Foto: João Garrigó)Lucio não quis mostrar o rosto e disse que os dois comparsas pediram carona (Foto: João Garrigó)

Algum tempo depois, o casal retornou ao posto. Lucio saiu no Escort e deixou Michele no local. A mulher foi abordada pelos policiais e disse que seu marido estava nas proximidades da lotérica do bairro Aero Rancho. Após diligências, Lucio foi encontrado pelos militares e confessou o crime. Ele disse que saiu de táxi para ajudar Alexandre, ferido no confronto com uma das vítimas do cativeiro, mas não encontrou o comparsa no local.

Alexandre e Alemão ainda não foram localizados. A última informação recebida sobre o carro roubado era de que o veículo já estava no Paraguai.

Questionado sobre o motivo da ação, Lucio disse que não sabia da intenção da dupla foragida. Ele disse que conheceu os dois em um posto de gasolina e ofereceu uma carona até a BR-262. Michele não quis falar sobre o caso.

O caso foi registrado na Depac Centro (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) como roubo, cárcere privado e formação de quadrilha.

Os nomes das vítimas serão preservados por questões de segurança.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


o dono da estrada trabalha comigo.. o cara esta arrasado por ter sido abordado dessa maneira, disse que esse bandido ia mata-lo. esse cara tem que ficar mofando atras das grades. Saber o que ele causou a um cara tao gente fina e trabalhador.
e a fiat estrada não é dele graças a Deus, é alugada da empresa e tem seguro.
 
LENINE JUNIOR em 27/11/2013 08:34:52
Pior, como disse Marcelo Nassif , um caso deste aumenta o sentimento de insegurança e medo de ajudar alguém na estrada.
 
Heder Lincoln Garcia em 25/11/2013 08:12:41
Tem mesmo é que castrar bandidos para não poderem se procriar... já que não pode matar.
 
Carlos Magno em 24/11/2013 19:01:37
Parabéns aos Policiais Militares da Tropa de Choque. Nossa Policia como sempre preparada.
 
Leandro Nunes em 24/11/2013 16:02:09
O povo tá cansado de ser violentado em seus direitos. Ninguém vai poder ajudar alguém que realmente precise de ajuda; por causa desses que se aproveitam da solidariedade das pessoas de bem!
 
Marcelo Nassif em 24/11/2013 10:05:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions