A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

10/11/2011 19:54

Homem morto no Parque dos Poderes já havia registrado BO contra tio PM

Ana Paula Carvalho
Corpo estava em trilha no meio da mata. (Foto: Ana Paula Carvalho)Corpo estava em trilha no meio da mata. (Foto: Ana Paula Carvalho)

Edson Gabriel Souza Silva, que completaria 30 anos hoje, encontrado morto na noite de ontem (09) em uma trilha no Parque dos Poderes, já havia registrado boletim de ocorrência por ameaça contra o tio, um cabo da Polícia Militar.

De acordo com o BO registrado no dia 13 de janeiro de 2009, Edson estava em casa quando o tio chegou com um pedaço de madeira e passou a agredi-lo com xingamentos e a ameaçá-lo com o objeto.

O motivo era uma briga pela casa que pertencia aos avós da vítima e deveria ser colocada em inventário para ser dividida entre os irmãos. O cabo da PM alegava que a mãe de Edson não queria entregar os documentos necessários.

Segundo o Campo Grande News apurou, o jovem, por medo do tio viajou para São Paulo, onde morou por um tempo e havia voltado há alguns meses. Ele era bancário e estava desempregado há dois meses.

Quando o corpo foi encontrado, com ele havia um envelope com carteiras de trabalho. Edson havia saído de casa para procurar emprego.

O caso - O corpo foi encontrado nesta noite, em um matagal, perto do Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo (antigo Palácio Popular de Cultura), em Campo Grande.

Ele estava em uma trilha no meio da mata – a cerca de 200 metros da rua. O delegado Rodrigo Vasconcelos, da Depac (Delegacia de Ponto Atendimento Comunitário), contou que o homem foi encontrado caído com uma moto Honda Titan 125 ao lado.

A perícia identificou que Edson estava na moto e em movimento quando foi atingido pelos disparos. Ele chegou a essa conclusão por causa do trajeto do sangue que escorreu pelo veiculo.

Edson foi atingido por um disparo no pescoço e um na região lombar. A bala atravessou o pescoço e deixou duas perfurações na região. Por isso, a princípio havia sido divulgado que ele tinha levado três tiros.

Uma pessoa ligou para o Corpo de Bombeiros, informando que teria acontecido um acidente de trânsito naquele local. Ao chegar, os bombeiros perceberam que na verdade se tratava de um assassinato.

Sede dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, o Parque dos Poderes é um local que tem ficado perigoso em decorrência da falta de iluminação.

Muitas pessoas fazem caminhadas e corridas pelas ruas do parque, que é cercado por mata.



se for comprovado, e tudo endica que foi o tal policial , deve ser expulso da policia, nao quero derepente ser abordado nas ruas de campo grande, em uma blitz, por um policial assassino, confio na policia civil, tenho certeza que vai provar quem tirou a vida desse rapaz.
 
mauro cesar em 11/11/2011 10:26:30
Eu resido no residencial ecopark, e sou testemunha do descaso da prefeitura do Parque dos Poderes no quesito segurânça publica. O exemplo é a rua Desembargador Leão Neto do Carmo, que no trecho entre o TRE e o Comando da Polícia Militar NÃO EXISTE iluminação publica nenhuma, a escuridão é total, ja ocorreram atropelamentos com morte e apesar de tudo as autoridades nada tem feito. Descaso Total.
 
Silvio Klaus Riquelmi em 11/11/2011 09:26:00
que coisa!...né? se for comprovado que esse tio matou por causa de uma casa que tristeza é por isso que cada dia que passa a nossa policia fica mal vista nos olhos da populaçaopor causa de alguns como esse aí só DEUS mesmo
 
shirley silva em 11/11/2011 09:10:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions