A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

30/10/2018 21:34

Homem que matou ex-mulher a facadas é condenado a 15 anos de prisão

Condenação ocorreu 17 anos após o crime

Adriano Fernandes
Adailton durante a sessão de julgamento desta terça-feira (30). (Foto: Henrique Kawaminami)Adailton durante a sessão de julgamento desta terça-feira (30). (Foto: Henrique Kawaminami)

Adailton de Souza Lopes, de 48 anos, foi condenado nesta terça-feira (30) a 15 anos de prisão por matado a ex-mulher, Maria Suely da Silva, com 12 facadas ainda em setembro de 2001, na casa em que moravam no bairro Jardim São Conrado.

Adailton ficou foragido por 15 anos até ser preso em dezembro de 2016 em Linhares, no Espírito Santo, onde ele residia com a atual esposa e um filho de 12 anos.

O crime – À época do crime os dois estavam separados, mas o homem tentava uma reconciliação. Suely retirava água de um poço no fundo de casa por volta das 6h30 do dia 22 de setembro quando Adailton chegou de surpresa e desferiu os golpes de faca.

Ela ainda tentou correr, mas foi alcançada por ele que a golpeou mais vezes. Suely foi encontrada em um barranco próximo a um córrego que cortava os fundos da casa. Em depoimento, Adailton negou as acusações e deu outra versão.

 

Disse que havia encontrado a ex de toalha e com outro homem. “Ele assustou e veio para cima de mim, eu mais assustado ainda revidei, nós começamos a brigar e eu peguei uma faca. A Suely então começou a me bater para eu parar e ai foi quando eu a golpeei”, havia dito o homem durante o julgamento.

Questionado pelo juiz da 1° vara Carlos Alberto Garcete, sobre o motivo de ter golpeado a ex-esposa e não o homem que estaria na casa, Adailton “alegou que não se lembrava”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions