ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  03    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Homem que matou gato e ameaçou a ex diz ter apreço por animais e ganha liberdade

Juíza concedeu liberdade a autor de agressão a animal, porém estipulou série de medidas restritivas

Por Liniker Ribeiro | 30/10/2020 14:23

Preso em flagrante por matar animal de estimação da ex-mulher, na madrugada de quinta-feira (29), homem, de 40 anos, ganhou liberdade em audiência de custódia realizada na manhã de hoje (30). Em interrogatório, após a prisão, o homem afirmou à polícia ter quatro animais e “apreço por eles”.

Em depoimento, o homem também confessou o crime e afirmou ter agredido o animal até a morte por motivos que ele não sabe explicar.

Apesar de ter ganhado liberdade, a Justiça determinou que o autor se afaste do lar conjugal e mantenha distância mínima de 300 metros da ex-mulher.

Caso - De acordo com boletim de ocorrência, o caso aconteceu após o suspeito tentar agredir a esposa, em residência no do Bairro Ramez Tebet. Porém, o autor negou a versão apresentada pela vítima.

Porém, à polícia, a mulher afirmou ainda que está em processo de separação com o autor e que, desde então, ele tem se mostrado agressivo.

Na ocasião, após ser impedido pelo filho da vítima de cometer a agressão a mulher, o ex-marido, que chegou em casa bêbado, pegou o gato de estimação do menino e começou a dar socos, dizendo que faria o mesmo com eles.

Ainda de acordo com o registro policial, o homem só parou de agredir o animal quando teve certeza de que ela estava morto.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário