A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/07/2014 17:40

Hospital da Criança da rede pública terá cinco pediatras por turno

Lidiane Kober
Hospital da Criança do SUS atenderá no antigo Sírio Libanês (Foto: Arquivo/Simão Nogueira)Hospital da Criança do SUS atenderá no antigo Sírio Libanês (Foto: Arquivo/Simão Nogueira)

O Hospital da Criança do SUS (Sistema Único de Saúde) terá cinco pediatras por turno para desafogar as filas nas unidades de saúde de Campo Grande. A instituição funcionará no Hospital Sírio Libanês, mas ainda não tem data para abrir as portas.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Jamal Salém, a prefeitura ainda precisa “destravar a parte burocrática” para marcar a data do início dos atendimentos. O prefeito Gilmar Olarte (PP) pretende oficializar, na próxima sexta-feira (25), o arrendamento do Sírio Libanês.

Mas, para funcionar, conforme Jamal, é preciso “amarrar a parte técnica e administrativa” no sentido de legalizar a fonte de recursos para bancar o hospital. “Esse ano a prefeitura vai ter que bancar e, no ano que vem, vão tentar incluir recursos do Ministério da Saúde no orçamento da União”, disse.

Sobre como será o atendimento, o secretário explicou que o plano é ir implementando aos poucos os serviços. O primeiro passou será abrir ambulatório para pediatras dar consultas. “Teremos cinco pediatras nos três turnos do dia”, revelou.

De acordo com Jamal, já há profissionais interessados em dar plantão no novo hospital. “O fato de o Sírio Libanês ficar na região central e ter boa segurança vem atraindo médicos que não querem atuar nas unidade de saúde. Também tem gente disposta a aumentar o número de plantões”, contou.

Depois de abrir o ambulatório com pediatras e enfermeiros, o próximo passo, segundo o secretário, será aproveitar os demais espaços do prédio arrendado. “Queremos montar uma equipe de cirurgia pediátrica para aproveitar os dois leitos do centros cirúrgico, além das dez UTIs (Unidades de Tratamento Intensivo) e os aparelhos de raio-X e tomografia”, ressaltou.

Inicialmente, dos 100 leitos, 40 serão destinados às crianças. Os outros 60 serão para atender adultos a fim de dar apoio às UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e centros regionais de saúde, que contabilizam, em média, de 20 a 30 pacientes internados.

A prefeitura ainda não informou qual será o valor do arrendamento pago ao grupo El Kadri, proprietário do hospital, e mantém o projeto de levantar hospital municipal na área do Exército, na saída para Rochedo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions