ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUINTA  27    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Idoso é morto a pauladas dentro de casa no bairro São Jorge da Lagoa

Por Ana Paula Carvalho e Viviane Oliveira | 26/02/2012 11:55

O marceneiro já foi condenado por estupro de vulnerável. Em 2010 ele foi beneficiado com liberdade condicional

Francisco teria sido golpeado duas vezes. (Foto: João Garrigó)
Francisco teria sido golpeado duas vezes. (Foto: João Garrigó)

Um idoso, de 68 anos, foi morto a pauladas na manhã deste domingo, dentro de casa, no bairro São Jorge da Lagoa, em Campo Grande. O crime aconteceu por volta das 09h, na rua Rio Brilhante.

De acordo com a delegada Fernanda Félix, Francisco Feldhaus foi atingido, aparentemente, por duas pauladas na cabeça. Ele estava na cozinha e chegou a sair da casa, mas morreu no quintal.

O irmão do idoso que morava com ele, se mudou para Santa Catarina. A família é de lá. Ontem, o parente do marceneiro esteve na casa para pegar a mudança.

A vizinha da vítima, Érica Queiroz da Costa, de 33 anos, relatou ao Campo Grande News que sua mãe ouviu quando o idoso pediu socorro. Ela olhou por uma fresta do muro e viu um homem, vestido com uma bermuda branca com xadrez preto, segurando um pedaço de madeira. Foi ela quem chamou a Polícia Militar.

Ainda de acordo com os vizinhos, Feldhaus havia reclamado de um homem identificado apenas como Ceceu. Ele relatou aos moradores que o homem esteve na casa dele fazendo perguntas antes do natal. O idoso viajou e quando voltou encontrou a casa revirada, mas nada havia sido levado. Ele suspeitava que Ceceu tivesse invadido a residência.

A Polícia está em diligência pelo bairro em busca do suspeito. Dentro da casa não há indícios de que tenha ocorrido um latrocínio - roubo seguido de morte. De acordo com a delegada, não houve lesão de resistência e tudo indica que a vítima foi pega de surpresa. O pedaço de madeira foi localizado pela Polícia no terreno dos fundos da casa da vítima.

Estupro - O marceneiro já foi condenado por estupro de vulnerável. Em 2010 ele foi beneficiado com liberdade condicional. Uma das suspeitas é que o assassinato esteja envolvido com esse crime.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário